Metodologia Squad: 4 passos para aplicar rapidamente

Receba nossas novidades
Newsletter
Squad

Burocracia, hierarquia e departamentalização são palavras cada vez menos interessantes no mundo atual. O mercado exige agilidade, ou seja, capacidade de se adaptar a mudanças, e isso não combina muito com esses termos. É da necessidade de romper com esse padrão que surgiu a metodologia Squad, uma forma totalmente diferente de pensar as equipes, resolver problemas e desenvolver soluções. Ficou curioso? Nesse post, vamos ensinar como funcionam os Squads e porque eles estão em alta hoje em dia. Siga a leitura para conferir!

O que é metodologia Squad?

Metodologia Squad é um modelo de trabalho e organização de equipes. Ela consiste na formação de grupos multidisciplinares que possuem como foco resolver um problema específico.

Em outras palavras, consiste em criar times que possuem todos os tipos de profissionais – como desenvolvedores, designers, publicitários e gerentes de projetos –, o que garante autonomia, troca de conhecimentos, agilidade e desburocratização. Essas equipes possuem total autonomia para resolverem os problemas que lhe foram delegados, da forma como bem entenderem.

Esse modelo se distancia muito do que estamos acostumados, que é o modelo departamental, com as equipes divididas conforme especialidade. Nesse caso, temos um time de Marketing, um time de RH, um time de Vendas, o Administrativo e assim por diante. Esse modelo tem suas raízes na teoria clássica da administração e apresenta muitos pontos positivos, mas também possui pontos negativos.

Afinal, ter equipes divididas dessa forma favorece a burocratização dos processos, o distanciamento das áreas, a falta de autonomia e falta de foco na resolução dos problemas. E é aí que surgem coisas como:

  • Falta de clareza sobre qual área é responsável por cada tarefa;
  • Falta de capacidade de tocar determinado projeto sem depender de outras áreas;
  • Redução de ideias criativas e inovadoras;
  • Redução na troca de conhecimentos;
  • Entre outros problemas.

No mercado em constante mudança em que vivemos hoje, essas coisas podem ser fatais para uma organização. Para subverter essa lógica, a Spotify criou a metodologia Squad. Vamos explicar rapidamente como funciona a engenharia de software da maior plataforma de streaming de áudio da atualidade:

Como funciona a metodologia Squad

Baseado na cultura ágil

Quando a Spotify lançou seu primeiro app de streaming em 2008, a companhia era fortemente ligada às práticas da metodologia Scrum. Conforme o negócio crescia, notou-se que as regras são boas no começo, mas precisam ser quebradas quando necessário.

Para a Spotify, os princípios da cultura ágil são mais importantes do que as regras das metodologias ágeis. A partir daí, a companhia começou a “subverter” o Scrum e fazê-lo a sua própria maneira, com suas próprias regras; as equipes deixam de ser Scrum Team e passam a ser Squads, equipes 100% autônomas, multidisciplinares e totalmente responsáveis por aquilo que produzem.

Autonomia

Os Squads decidem o que fazer, como fazer, e como trabalhar para atingir o objetivo definido. Alguns trabalham por Sprints, outros não. Alguns fazem Dailys, outros não. Alguns utilizam Kanban, outros não, e assim por diante com qualquer ferramenta ou metodologia de trabalho.

Além disso, a liderança existe para deixar claro qual é o objetivo e ajudar o time a atingi-lo, e não para decidir como as coisas serão feitas. Na metodologia Squad, o líder precisa dar autonomia para que a equipe decida por si a forma como lidará com os problemas. Ou seja, a liderança é um papel de suporte, e não de centralização de poder.

Vale lembrar que, apesar da autonomia, todos os Squads trabalham de acordo com a estratégia organizacional e com objetivos bem definidos.

Colaboração entre Squads

Os Squads não são isolados entre si. Na verdade, há alta colaboração entre os Squads, que podem trocar ideias, conhecimentos e boas práticas entre si. Até mesmo os escritórios são otimizados para que isso aconteça. Veja:

Squads do spotify
Imagem por: Spotify

Esse escritório é otimizado para colaboração, pois o acesso aos quadros e colegas é simples e há pouca divisão física entre os times.

Tribes

Vários Squads que estão trabalhando em algo parecido ou trabalhando juntos são chamados de Tribes. Esses Squads ficam próximos uns dos outros (mesmo fisicamente) e possuem uma comunicação constante.

Chapters

Chapters são subgrupos dentro dos Tribes, formados por vários profissionais que possuem a mesma função dentro de seus respectivos Squads.

Por exemplo: imagine que há 5 Squads em uma Tribe. Cada um desses Squads possui um desenvolvedor. Logo, esses desenvolvedores formam um Chapter, isso é, um grupo de profissionais que possuem a mesma função, mas cada um dentro de seu Squad.

Esses profissionais se reúnem para trocar conhecimentos, dicas, alinhar práticas etc.

Guilds

Por fim, há os Guilds, que são os grupos mais independentes, por assim dizer. Eles são formados por qualquer profissional de qualquer Squad. O único objetivo dessas pessoas é aprender mais sobre determinado.

Resumindo:

Squads Guildas e Chapters

Imagem adaptada do texto: Learn More About the Spotify Squad Framework — Part I

Se quiser entender um pouco mais, assista ao vídeo do próprio Spotify explicando o conceito:

Simples, não é mesmo? O sucesso da metodologia Squad se deve mesmo aos diversos benefícios que ela é capaz de trazer para o negócio. Vamos conferir quais são?

Benefícios da metodologia Squad

1 – Acelera a solução de problemas

Montar Squads é uma excelente forma de solucionar problemas. Uma equipe 100% focada em uma solução traz resultados mais rapidamente e ajuda a empresa a se livrar de problemas que estão atrapalhando seu desenvolvimento.

2 – Propicia o surgimento de soluções inovadoras

Equipes multidisciplinares e autônomas são o ambiente perfeito para o surgimento de ideias inovadoras. Essa capacidade de inovar é crucial para manter a empresa viva em um mercado que está em constante mudança.

3 – Garante agilidade para a organização

Agilidade não significa rapidez, mas sim a capacidade de se adaptar conforme a necessidade. Toda a metodologia Squad é baseada nos princípios ágeis, deixando de lado a burocracia e a hierarquização, o que garante a flexibilidade necessária perante as demandas do mercado.

4 – Evita burocracia

No modelo tradicional, os processos passam por diversos setores que, às vezes, não se comunicam muito bem entre si. As equipes são hierárquicas e tudo precisa passar por uma série de mãos. Às vezes, sequer fica claro qual setor é responsável pelo que, e aí começam as brigas entre equipes, que culpam umas às outras pelo fracasso dos projetos.

Na metodologia Squad, não é assim que funciona. Cada equipe é responsável por resolver um problema e possui os profissionais necessários para fazer acontecer. As responsabilidades são bem definidas e há zero burocracia.

5 – Dá autonomia ao colaborador

Na metodologia Squad, o líder da equipe não é um chefe autoritário que dita todas as regras. Na verdade, a ideia é que as equipes tenham um direcionamento bem definido e a autonomia necessária para seguir o caminho que julgarem mais conveniente para conseguir alcançar o objetivo.

Essa autonomia favorece a experiência do colaborador e ainda poupa o gestor de sobrecargas.

E então, está pronto para colocar a metodologia Squad em prática na sua empresa? Então confira como em 4 passos simples:

Como aplicar a metodologia Squad na minha empresa?

1 – Defina o objetivo

Antes de tudo, você precisa saber qual é o seu objetivo com a formação do Squad, isto é, qual é o problema que o Squad terá que resolver. Isso muito fundamental, pois um Squad precisa de objetivos muito claros para ser capaz de entregar resultados.

Aqui, você já pode começar a pensar em indicadores que serão capazes de mensurar esses resultados.

2 – Selecione os profissionais

Com o objetivo em mente, selecione os profissionais que vão compor o Squad. O tipo de profissional que compõe cada Squad varia conforme o tipo de problema que você deseja resolver.

Por exemplo: se o objetivo do Squad é solucionar um gargalo no processo de vendas, reúna os profissionais que você acredita que realmente poderão contribuir nessa missão, tendo em mente a multidisciplinariedade que um Squad precisa ter.

Pense no problema que precisa ser resolvido e quais habilidades que podem ser necessárias para atingir esse objetivo e, a partir daí, selecione os profissionais conforme suas competências.

Lembre-se também de que a equipe precisa ser autônoma e os membros do time precisam aprender uns com os outros, portanto, investir em treinamentos e gravar os repasses de conhecimento é indispensável quando se deseja criar Squads.

3 – Monte os Squads

Agora é só montar os Squads. Se você estiver em um escritório físico, é importante que os membros do time fiquem no mesmo espaço, para que realmente haja colaboração entre eles. Caso a sua empresa adote o modelo de trabalho remoto, é fundamental investir em ferramentas de comunicação que mantenham o Squad em constante contato, como softwares de videoconferência e chat.

4 – Mensure a performance

Para saber se os objetivos estão sendo alcançados, é fundamental mensurar a performance do Squad por meio de indicadores. Na metodologia Squad, é comum utilizar OKRs como uma forma de controle de performance individual, juntamente com indicadores de negócio que demonstrem se o problema está sendo resolvido e se o time está no caminho certo.

Como autonomia é uma palavra-chave aqui, o próprio Squad pode definir quais serão os indicadores, e depois apresentar os resultados para os stakeholders.

Simples assim! Comece criando Squads pontualmente para solucionar problemas menores e, conforme as coisas forem tomando forma, você pode criar cada vez mais Squads para resolver desafios ainda maiores!

Assim, a sua organização terá a agilidade que o mercado exige e se manterá competitiva. Nesse sentido, é importante unir a criação de Squads ao desenvolvimento de pessoas. Aliás, temos um webinar inteiramente dedicado a esse assunto. Nele, explicamos como utilizar o desenvolvimento de pessoas de forma estratégica para acelerar as mudanças organizacionais. Assista agora clicando no banner abaixo!

Como acelerar mudanças organizacionais com o desenvolvimento das pessoas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários
Show Buttons
Hide Buttons