Educação a Distância no Brasil

De acordo com o Jornal Estado de Minas, a oferta de cursos no formato de Educação a Distância no Brasil aumentou 133% no último ano. Isso, é claro, falando apenas sobre os cursos de graduação, sem contar os chamados cursos livres: aqueles que não são regulamentados por algum órgão de educação (como os cursos corporativos ou de idiomas, por exemplo).

Observando essa estatística é possível notar que a Educação a Distância tem muito futuro no Brasil. Por isso, você precisa estar preparado para as mudanças que estão por vir. Acompanhe o nosso texto! Conheça quais as cinco principais perspectivas para o futuro da Educação a Distância no Brasil:

5 perspectivas para o futuro da Educação a Distância no Brasil

1. Adoção de metodologias ativas

As metodologias ativas têm o objetivo de promover a autonomia nos alunos para que eles gerenciem seu próprio processo de aprendizagem.

Isso é muito importante para dar voz ao estudante, fazendo com que ele participe ativamente da sua trajetória para obter conhecimento.

Por isso a tendência é que essa abordagem seja adotada cada vez mais.

Um exemplo de como isso pode acontecer: o professor disponibiliza um conteúdo online e o aluno deve tomar a iniciativa de discutir sobre o conteúdo.

2. Alternativas para diminuir a taxa de evasão

De acordo com a Associação Brasileira de Educação a Distância (EAD), a taxa de evasão do ensino a distância no Brasil ainda é preocupante.

As próximas estratégias do EAD devem concentrar-se em diminuir esse índice.

Mas como fazer isso?

As apostas estão em ofertar um ensino mais personalizado ao aluno, para que ele se sinta à vontade para solucionar suas dúvidas.

3. Mais espaço para discussões

Para muitas pessoas a grande diferença entre o ensino presencial e o EAD é a falta de espaço para discussões no ensino a distância.

Os provedores de aprendizagem e instituições de ensino têm percebido isso e estão buscando maneiras para contornar esse problema.

Espera-se que futuramente mais alternativas sejam potencializadas para driblar isso, como fóruns para discussão, por exemplo.

Leia também  Como gerar mais lucro para a sua empresa vendendo cursos online

4. Cursos híbridos

A modalidade de ensino híbrido, também chamada de b-learning (ou blended learning), tem ganhado cada vez mais espaço porque ainda existe muito receio em investir em práticas 100% a distância e preferem a alternativa dos cursos híbridos, que mesclam algumas práticas presenciais.

5. Aumento da oferta de cursos livres

Cursos livres dividem-se entre cursos online oferecidos por provedores de aprendizagem ou cursos corporativos, oferecidos por organizações preocupadas na formação de seus colaboradores.

Essa oferta tende a aumentar como consequência de um mercado que exige que os profissionais se mantenham atualizados.

Extra: inovação das Plataformas EAD.

A maioria dos cursos adota uma Plataforma EAD para fazer o gerenciamento de todas as atividades que citamos acima, como fóruns de discussão e espaço para disponibilizar conteúdos.

E para que os cursos se mantenham atualizados é preciso que a plataforma também busque se renovar para acompanhar as novas tendências. Por isso podemos esperar por grandes evoluções nesse ramo.

Para investir no EAD é preciso estar ligado nas perspectivas para o futuro, pois essa é uma modalidade que está em constante transformação. Atualizar os conteúdos conforme as informações mudam, por exemplo, é essencial. Por isso aproveite e leia também nosso post sobre os melhores formatos de conteúdo para cursos online e mantenha seu EAD evoluído!

Plataforma EAD para Cursos Online saiba mais v02

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *