Aprenda a criar vídeos incríveis para treinamentos em apenas 6 passos

Receba nossas novidades
Newsletter
Vídeos para treinamentos

Uma ótima forma de aumentar e eficácia dos colaboradores é através do treinamento corporativo. Esses treinamentos podem ser feitos de várias formas, entretanto, os vídeos para treinamentos são a forma mais eficaz de treinar colaboradores. Mesmo assim, ainda há muitos profissionais de RH que encontram dificuldade para planejar e gravar os conteúdos.

Pensando nisso, para o texto de hoje, nós preparamos uma lista de como fazer vídeos para treinamentos incríveis em apenas 6 passos, além de alguns exemplos práticos. Quer saber todas as vantagens e segredos sobre a criação de vídeos para treinamentos? Então acompanhe a leitura!

Vantagens de usar vídeos para treinamentos

Podem ser acessados em qualquer horário

Ainda hoje, muitos treinamentos corporativos são realizados ao vivo e presencialmente, mas encontrar um espaço comum na agenda de todos os envolvidos nem sempre é fácil. Os vídeos para treinamento eliminam de vez esse problema, isso porque o conteúdo fica gravado, e os profissionais podem acessá-lo quando houver um gap na agenda.

Não é preciso repetir treinamentos

Com certeza novas pessoas são contratadas na sua empresa o tempo todo, não é mesmo? Também é provável que várias delas mudem de função de vez em quando. Repetir o treinamento toda vez que uma pessoa nova ocupar um cargo não é interessante, pois toma muito tempo do instrutor.

Mas, se o treinamento ficar gravado, os vídeos estarão sempre disponíveis quando alguém entrar, o que possibilita treinar novos colaboradores sem que seja necessário ter alguém disponível a todo momento.

Os colaboradores aprendem mais

Com o treinamento em vídeo, o colaborador pode pausar e voltar caso queira ouvir alguma explicação novamente ou fazer alguma anotação. Isso melhora o aprendizado porque cada pessoa tem um ritmo diferente e assim, o colaborador pode aprender no próprio ritmo.

O conteúdo pode ser revisitado

Uma das maiores vantagens de um treinamento em vídeo, é que ele pode ser revisitado de tempos em tempos. É possível ouvir uma explicação novamente ou até rever o treinamento por completo, se for necessário. Tudo isso de forma prática e simples.

Acima de qualquer coisa, o treinamento tem o objetivo de capacitar os colaboradores, diminuindo as chances de erros e aumentando a performance. Com treinamentos em vídeo, você consegue alavancar esses resultados porque o material passa por um processo de produção mais refinado.

É claro que essas vantagens só são garantidas se os vídeos para treinamentos forem bem planejados e bem gravados. Por isso, que tal vermos como criar esses vídeos na prática?

Como criar vídeos para treinamentos perfeitos em apenas 6 passos

Você não precisa de equipamentos caros, de uma equipe muito grande ou de um estúdio para criar vídeos para treinamentos. Na maioria dos casos um bom planejamento e um celular já são suficientes. Então vamos ver na prática o que você precisa fazer para que os seus vídeos para treinamentos fiquem perfeitos!

1. Planeje bem os conteúdos

A primeira coisa é definir qual o tipo de treinamento, mais abaixo nós daremos alguns exemplos de vídeos para treinamento. Você deve definir se o treinamento será gravado pelo celular ou com uma câmera e quem vai gravar. Veja se será necessário capturar a tela de um computador, quem vai falar no vídeo, ou se será preciso contratar uma empresa para produzir o treinamento, caso seja um treinamento mais elaborado.

Depois de definido o tipo de treinamento, separe os conteúdos e o que vai constar em cada vídeo. Isso é o que chamamos de plano de capacitação. A gente fez um texto ensinando como montar um plano de capacitação em 10 passos, vale a pena conferir as dicas!

2. Faça vídeos curtos

Se o vídeo for muito grande, os colaboradores perdem facilmente a concentração e o aprendizado. Por isso, o ideal para um vídeo de treinamento é que ele não passe de 10 minutos, é o que chamamos de dividir os conteúdos em “pílulas de conhecimento”. Isso ajuda a aumentar ainda mais o aprendizado dos colaboradores.

Esse conceito de aprendizado se chama fast learning, e nós já escrevemos um texto sobre ele, no qual você pode conferir todas as vantagens que essa prática traz para os treinamentos. Não deixe de ler!

3. Planeje as falas

É importante fazer um roteiro ou, pelo menos, uma lista de tópicos que o treinamento precisa abordar. Assim, o risco de se perder no raciocínio ou esquecer de falar algo importante diminui. Afinal, um vídeo em que a pessoa não consegue manter um raciocínio organizado, além de produzir um treinamento bagunçado, também perde a eficácia.

4. Grave em um local silencioso

Um vídeo com barulho de fundo ou com a voz muito baixa não é bom e pode, inclusive, dificultar o entendimento. Por isso, se preocupe em gravar em um local silencioso. Barulhos de conversas, máquinas ou de carros passando distraem quem está sendo treinado.

5. Foque em conhecimento novo

Se preocupe em elaborar o treinamento a partir do que os colaboradores não sabem e precisam saber. Explicar o que eles já sabem torna o treinamento maçante e mais longo sem necessidade. Por isso, foque em conhecimentos realmente novos.

6. Adicione o conteúdo em uma plataforma de treinamento online

Existem muitas vantagens de adicionar o conteúdo em uma plataforma de treinamento online. Você consegue adicionar os vídeos, observar o progresso dos colaboradores, acompanhar o desempenho com testes e recolher feedback com formulários. Isso é muito importante para comprovar a eficácia dos vídeos para treinamento.

Além disso, com os conteúdos adicionados em uma plataforma de treinamento corporativo, a segurança e exclusividade do material produzido são mais garantidos, o que não acontece se os vídeos forem disponibilizados por e-mail ou no YouTube, por exemplo.

Exemplos de vídeos para treinamentos

Depois de tantas vantagens e dicas sobre vídeos para treinamentos, você já deve estar morrendo de curiosidade para ver alguns exemplos, não é mesmo? Nós separamos vários tipos para que você conheça o universo dos vídeos para treinamentos. Confira:

Treinamento tradicional

Em muitos casos, a forma tradicional de fazer os vídeos para treinamentos já é suficiente para fazer um treinamento incrível. Em suma, esse tipo de vídeo possui um instrutor na frente da câmera explicando algum conceito, às vezes acompanhado de um quadro para escrever ou desenhar.

Esse tipo de vídeo é bastante simples de gravar, mas para que ele não fique monótono é importante que se faça um roteiro antes e um cuidado também na edição, o ideal é cortar o máximo de pausas para que o vídeo fique o mais dinâmico.

Treinamento estilo tutorial

Os vídeos para treinamentos em forma de tutorial são muito utilizados em empresas onde o colaborador precisará de um software para trabalhar, como operadores de caixa, gestores e outros cargos. Cada vez mais a tecnologia está presente no trabalho e, por isso, um treinamento em tutorial ajuda bastante para agilizar a capacitação dos colaboradores.

No caso de um treinamento tutorial, é preciso apenas mostrar como o software funciona e explicar o passo a passo de como o colaborador deve utilizá-lo. Nesse caso, o vídeo é basicamente a visão da tela do computador e o instrutor explicando os passos. Simples e eficaz. É importante avisar sempre que for apertar alguma tecla do teclado ou clicar em algum lugar, assim fica mais fácil do colaborador compreender o que você está fazendo.

Treinamento estilo instrução

Procedimentos que precisam de uma metodologia específica normalmente são ensinados com manuais de instrução ilustrados ou de maneira presencial. A desvantagem do primeiro exemplo é que, dependendo do procedimento, um manual não é suficiente para fixar todos os processos. No segundo exemplo, o problema é a falta de um material para consulta.

Com esse tipo de treinamento feito em vídeo, tudo isso se resolve. Essas metodologias raramente mudam, então o mesmo vídeo pode ser utilizado por anos e passar por centenas de colaboradores.

Treinamento estilo animação

Esse é um exemplo de vídeo para treinamento mais elaborado. Nesses casos, uma empresa especializada em animações corporativas é contratada e trabalha junto com a sua empresa para criar a animação conforme a necessidade do treinamento.

O treinamento estilo animação é mais indicado em situações em que o conteúdo a ser passado não é tão interessante para a maioria dos colaboradores. Isso porque ela ajuda a dar um tom divertido e criar situações engraçadas. As animações também ajudam a explicar situações difíceis de serem filmadas, o famoso: “entendeu ou quer que eu desenhe?”.

Treinamento estilo reportagem

O vídeo para treinamento estilo reportagem é um dos mais elaborados. Normalmente, a produção desse conteúdo é feita “em campo” para mostrar situações reais de trabalho.

Esse tipo de treinamento funciona bem porque permite mostrar uma tarefa sendo executada de verdade, e não só durante um exercício. É como uma aula prática gravada, mas alinhada com explicações teóricas.

Como você pôde ver, existem muitos tipos de vídeos para treinamentos, e você não precisa seguir um padrão à risca. Caso prefira, é possível mesclar os tipos e criar algo exclusivo.

A gente entende que criar as videoaulas pode ser um pouco trabalhoso, especialmente se na sua empresa não tem um setor para cuidar da parte audiovisual.

Não se preocupe: nós preparamos um material gratuito que vai te ensinar tudo sobre criação de videoaulas, desde os elementos até dicas de ferramentas gratuitas que podem te ajudar na elaboração. Clique no banner abaixo e acesse o conteúdo!

Como fazer videoaulas incríveis e transpor os limites físicos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários
Show Buttons
Hide Buttons