Tipos de Competências

Já te contamos aqui no blog o que é gestão de competências e porque ela é tão importante para o desenvolvimento de uma organização. Mas você sabe quais são os tipos de competências essenciais aos colaboradores da sua empresa?

Listamos abaixo os principais tipos de competências que um profissional deve ter para executar o seu trabalho da melhor forma e contribuir para a organização.

Acompanhe nosso texto para saber quais!

Mas, antes, se você ainda tem alguma dúvida sobre o que são competências, confira nosso post sobre o assunto!

O que são competências

7 tipos de competências essenciais a qualquer profissional

Antes de começar, é importante lembrar: quando falamos de diferentes tipos de competências, não estamos falando de um cargo específico. Desde o diretor, até o auxiliar de produção: é imprescindível que todos os colaboradores da empresa tenham as características que vamos citar abaixo.

(Se preferir, navegue direto para a competência que deseja):

 

1. Determinação

Determinação é a arte de ter foco e persistência para chegar alcançar um objetivo almejado.

Para uma empresa, ter colaboradores determinados é muito importante. Além de auxiliar a organização a alcançar os seus objetivos, profissionais determinados também têm mais foco sobre o seu trabalho, evitando problemas como falta de produtividade ou ociosidade.

A determinação é uma característica muito observada nos processos de seleção de talentos das organizações. Ela não é nem considerada um fator de diferenciação, mas sim um pré-requisito.

Para auxiliar seu colaborador a ser mais determinado e a conseguir identificar os objetivos que ele pretende alcançar é possível contratar coaches ou o próprio gestor pode acompanhá-lo.

2. Autonomia

Autonomia é o tipo de competência sobre tomar iniciativas sem esperar por uma ordem ou pedido primeiro.

Na prática, ter autonomia auxilia os colaboradores a tomarem decisões mais rápidas e não esperar um problema surgir para adotar medidas para evita-lo.

Além disso, um profissional com autonomia contribui para agilizar os processos e, assim, o gestor deixa de ser um fator de impedimento para aprovação ou criação de novas tarefas, por exemplo.

A autonomia deve ser estimulada entre os colaboradores e alcançada quando o gestor sentir total confiança pelo trabalho do profissional, deixando que ele execute algumas atividades sozinho.

3. Controle emocional

Controle emocional é a capacidade de equilibrar as emoções no ambiente de trabalho para conseguir executar sua função da melhor forma, balanceando sentimentos como: pressão, ansiedade, estresse e fadiga.

Esse controle emocional é alcançado com mais facilidade por colaboradores que têm um nível de autoconhecimento grande, pois conhecem seus limites e competências.

Para auxiliar o profissional a desenvolver seu controle emocional é comum solicitar um acompanhamento de psicólogo ou coach, para orientá-lo sobre as suas emoções.

4. Empatia

Empatia é uma palavra muito falada nos dias de hoje, mas você sabe o que ela significa?

Segundo o Dicionário Michaelis, empatia é a habilidade de imaginar-se no lugar de outra pessoa.

Ou seja, é se colocar no lugar de outra pessoa antes de qualquer atitude, para tentar entender o que ela está sentindo e o como você pode ajudá-la.

Essa competência é fundamental para ser desenvolvida entre membros de equipe de trabalho, pois ajuda a melhorar o ambiente organizacional e a torná-lo mais colaborativo, afinal, a prática de colocar-se no lugar do outro faz com que haja uma simpatia maior.

Para auxiliar no desenvolvimento da empatia no ambiente de trabalho é possível adotar estratégias como o job rotation.

Se quiser saber mais sobre essa técnica, leia nosso post com os principais tipos de treinamento e desenvolvimento! Garantimos que vai te ajudar no desenvolvimento dos seus colaboradores.

5.  Liderança

Liderança é o tipo de competência característica de quem tem espírito de líder, ou seja, que tem capacidade de orientar outras pessoas sobre o que é preciso ser feito para desenvolver algum produto ou resolver um problema.

Mas você deve estar se perguntando: no começo do texto falamos que todas essas competências são importantes para todos os colaboradores, independentemente da sua função, então todo mundo deve desenvolver o espírito de liderança?

Sim!

Desenvolver o espírito de liderança entre todos os colaboradores, traz outros tipos de competências à tona, como: proatividade e poder de tomada de decisão.

Além disso, quando colaboradores passam a ter espírito de liderança eles têm mais possibilidades de crescer dentro da empresa.

6. Vontade de aprender

Não é todo mundo que chega à empresa com os conhecimentos necessários para executar seu trabalho sem precisar de nenhuma instrução.

Muito pelo contrário! Mesmo quem é formado na área ou possui longa experiência no ramo de negócio, precisa se adaptar à organização, e isso inclui desde aprender sobre um novo produto até à rotina da organização.

Se o colaborador não demonstrar vontade de aprender, ele dificilmente conseguirá se adaptar à empresa.

E não estamos falando apenas sobre novos colaboradores. Mudanças acontecem todos os dias no cotidiano de uma organização, é preciso continuar aprendendo para poder se adaptar.

7. Criatividade

Criatividade é a competência de achar soluções para criar novos produtos e resolver problemas antigos.

É característica de um profissional criativo a sensibilidade, atributo muito importante para construir um bom ambiente de trabalho, principalmente para desenvolver a empatia.

Um profissional criativo sempre conseguirá contribuir com a empresa através de ideias!

Para estimular a criatividade, utiliza dinâmicas de grupo que estimulam a criatividade.

A técnica de gamificação, por exemplo, podem te ajudar com isso!

Tipos de competências

Esperamos que nosso conteúdo tenha ajudado você a entender os diferentes tipos de competências e como estimulá-los em seu ambiente de trabalho.

Além de saber quais os tipos de competências mais importantes para qualquer profissional, também é fundamental entender como são dividias as competências dentro de uma organização e como gerenciá-las. Para te ajudar com isso preparamos um post completo sobre Gestão por Competências, com conceito, benefícios, como implantar e muito mais. Leia e fique por dentro do assunto! Se você preferir, pode fazer o download desse post em formato de e-book preenchendo o formulário abaixo. Boa leitura!

E-book Gestão por Competências: o que é e como implantar

Baixar material rico - Topo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *