Programas de treinamento e desenvolvimento são importantes para o bem-estar da empresa e para o desenvolvimento profissional de seus colaboradores. E para isso, é indispensável pensar em qual época deve ser aplicado, quais competências desenvolver e quais técnicas de treinamento utilizar.

Pensando nisso, separamos as melhores técnicas de treinamento em uma lista, para que você conheça um pouco sobre cada um e saiba qual aplicar. E lembre-se: a melhor técnica depende de vários elementos, como recursos disponíveis, porte da empresa, número de colaboradores a treinar, por isso é necessário avaliar muito bem.

Antes de começar, vamos alinhar o que são técnicas de treinamento. Confira:

O que são técnicas de treinamento?

Uma técnica de treinamento é basicamente o método de aplicação usado para um plano T&D, que estimula e motiva o colaborador de um modo único e mais efetivo, variando de acordo com o caso. Em uma empresa onde as equipes estão desmotivadas e os treinamentos não estão dando bons resultados, por exemplo, um método de gamificação seria ideal.

Ou seja, uma técnica de treinamento é o que vai possibilitar que os colaboradores sejam capacitados de acordo com o objetivo da empresa e gerem bons resultados o mais rápido possível.

Entendeu por que é tão importante pensar em qual técnica de treinamento usar antes de cada aplicação? Então agora vamos te falar sobre essas técnicas!

8 técnicas de treinamento

1 – Eventos

Eventos são grandes realizações, que geralmente duram mais de um dia. Os custos são muitos: locação do lugar de aplicação, materiais, decoração, transporte, pagamentos dos palestrantes, mas considerando a quantidade de conhecimento passada, o investimento pode compensar.

Esse tipo de evento normalmente aborda assuntos com várias ramificações, e cada etapa foca em uma delas, para que todo o conteúdo seja compreendido. Um evento sobre gestão de pessoas, por exemplo, deve focar separadamente em integração de equipes, avaliações de desempenho, e outros assuntos complexos, que devem ser aprofundados.

Devido à sua magnitude, um evento também dá visibilidade para a empresa, já que não só os colaboradores podem participar, mas qualquer um interessado pelo assunto. Organizações que aplicam eventos ganham autoridade nos temas que abordam.

Leia também  Conheça os Principais Tipos de Treinamento e Desenvolvimento

2 – Gamificação

Treinamentos, por mais importantes que sejam, correm o risco de se tornar repetitivos e entediantes, então é sempre interessante dinamizar esse processo. A gamificação faz isso por meio da competição saudável e uso das situações cotidianas dos colaboradores para criar desafios parecidos com jogos, onde equipes precisam tomar decisões importantes e pensar estrategicamente para alcançar um objetivo.

Depois que os desafios forem alcançados, os colaboradores podem até ganhar prêmios para estimular o senso de recompensa. Aplicar a gamificação nos treinamentos ajuda a integrar as equipes de forma informal e amigável, além de estimular a tomada de decisão sob pressão e a vontade de progredir sempre.

3 – Resolução de problemas

Para habituar os colaboradores a encontrarem pontos de melhoria e saber como resolvê-los, é comum aplicar exercícios de resolução de problemas. Nessa técnica, cria-se uma situação problema fictícia, que ocorre em uma organização (também fictícia) com um modelo de funcionamento similar ao da que está organizando o exercício. Depois de conhecer o cenário, a equipe de colaboradores deve analisar o perfil da empresa, encontrar os pontos de melhoria e propor a melhor solução.

Esse tipo de treinamento ajuda os colaboradores a aprender um pouco sobre todos os setores de uma empresa e a tomar decisões importantes, sem sofrerem com as consequências reais de uma possível falha. Além disso, aprendem a trabalhar em equipe e conhecem mais sobre o funcionamento da empresa em que trabalham.

Calculadora de orçamento de T&D

4 – Cursos presenciais

Cursos presenciais são aqueles em que os colaboradores devem comparecer pessoalmente, ou seja, devem estar presente fisicamente para realizar o curso e têm contato direto com os colegas e os instrutores.

Muitas vezes esse tipo de treinamento é sediado na própria empresa, mas também é comum alugar locais externos para ministrar as aulas. É comum também que os instrutores sejam profissionais contratados de empresas especialistas em treinamentos corporativos, ou até mesmo gestores da própria organização.

Apesar dos custos com locação do lugar, material para os colaboradores, transporte, entre outros, cursos presenciais estimulam a integração mais direta entre colaboradores, além de uma abordagem mais ampla dos conteúdos e, devido à presença do orientador, dúvidas são resolvidas no momento em que surgem.

Leia também  O que é treinamento e desenvolvimento (T&D)? Aprenda como capacitar colaboradores de uma vez por todas!

5 – EAD

Para empresas com sedes em várias cidades ou que simplesmente não encontram um horário comum para aplicar cursos presenciais, modelos EAD podem ser a melhor escolha. Por ser a distância, vários colaboradores podem aprender ao mesmo tempo ou quando estiverem disponíveis, podendo sanar suas dúvidas com orientadores por webconferências ou até mesmo em fóruns de discussão.

O custo de uma plataforma EAD é bem menor que o montante de um treinamento presencial, e os mesmos conteúdos podem ser revisitados quantas vezes forem necessárias. Com isso, flexibilidade de horário e autonomia do orientador, o processo de aprendizagem se torna muito mais rápido e efetivo.

Está interessado em uma plataforma de ensino a distância, mas não sabe como escolher a melhor? Então confira nosso post sobre como escolher a melhor plataforma EAD pra você!

6 – Cursos híbridos

A aprendizagem híbrida, ou blended learning, une os benefícios de treinamentos presenciais e EAD em um modo de ensino mais flexível e integrado.

Existem conteúdos que precisam ser aplicados na prática para que a compreensão seja plena, porém se os colaboradores têm horários de trabalho distintos e não podem direcionar muito tempo de sua jornada para treinamento, o modo híbrido é o ideal. Assim, os conteúdos técnicos são aplicados à distância, quando os colaboradores estão disponíveis, e a parte prática é aplicada durante o horário de trabalho, tomando menos tempo para ser compreendido.

Benchmarking de treinamento e desenvolvimento

7 – Workshops

Focando na execução prática dos processos da empresa, workshops são como oficinas que se aprofundam em temas mais específicos e que geralmente não duram muito tempo.

Palestras e exercícios práticos, que aplicam um conteúdo de forma rápida e efetiva, são normalmente aplicados. Workshops são de baixo custo, já que podem ser organizados na estrutura da empresa e exigem poucos materiais para formar as oficinas, monitoradas por orientadores.

8 – Coaching

A implantação de coaching em uma empresa ajuda em todas as etapas de gestão de pessoas, e nos treinamentos não é diferente. Porém, ainda antes da necessidade de treinamento, o coach pode ajudar na contratação de novos colaboradores e no processo de integração. Isso garante que os contratados atingem as exigências das vagas e começam na empresa motivados e alinhados com sua visão. Partindo disso, menos pessoas apresentarão necessidade de treinamento no futuro.

Leia também  Monte seu cronograma de treinamento em apenas 5 passos

Agora, ao atuar nos treinamentos, um coach trabalha especialmente a motivação e futuro dos colaboradores, estimulando-os a evoluir como profissionais e se esforçarem mais para crescer na empresa. Além disso, o coach preza pela cultura do feedback na empresa, e assim o processo de evolução é acelerado e mais natural, junto com a formação de relações amigáveis entre gestor e colaborador.

Como você pode ver, as técnicas de treinamento ajudam a aplicar um programa de treinamento e desenvolvimento da forma mais efetiva possível, se adequando com as limitações e o perfil da empresa, para que todos objetivos sejam alcançados. Mas, além das técnicas, os treinamentos têm diferente focos, dependendo do tipo de habilidade a ser melhorada. Quer ficar por dentro de todos? Baixe o nosso e-book sobre o assunto:

E-book Como implantar práticas de treinamento e desenvolvimento na sua organização

Baixar material rico - Topo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *