Onboarding de colaboradores

O processo de contratação de um novo colaborador não acaba no fim do processo seletivo. Para que um profissional seja acolhido e tenha um bom desempenho, é essencial que a empresa se atente em oferecer as informações que ele precisará para desempenhar a sua função com sucesso. Para isso, existem diversas ferramentas que podem auxiliar nesse processo e um deles é o onboarding.

É a partir do onboarding que os novos colaboradores poderão se adaptar com mais facilidade aos processos organizacionais. Erros durante esse processo podem gerar vários problemas, como o desligamento precoce do profissional, a queda de produtividade e até o aumento do turnover.

Abaixo, mostraremos como construir uma estratégia de treinamento e onboarding eficazes para garantir um time de alta performance, confira!

O que é onboarding?

Trata-se de um processo de integração de um novo colaborador com o objetivo de promover a socialização desses funcionários com as rotinas, os valores e a cultura organizacional da empresa.

A palavra onboarding vem do termo em inglês que significa “embarcar” e vai muito além da orientação sobre os processos da companhia. Trata-se da soma de esforços para levar o profissional a atingir seu máximo desempenho.

Para alcançar esse objetivo, são feitos treinamentos, mentorias, tour guiado pela empresa e outras iniciativas que visam a melhor integração e engajamento do novo colaborador.

Treinamento no período de onboarding

Um profissional ao decorrer de sua carreira adquire diversos conhecimentos e habilidades que precisam ser moldados de acordo com as necessidades de cada time. Por isso, muitas vezes são necessários realizar treinamentos para apresentar o método de trabalhar ao novo colaborador.

Apesar de cada empresa possuir a sua forma de trabalhar, é possível estabelecer algumas ações básicas para estruturar uma boa recepção. Confira abaixo:

Tenha um guia para os novos colaboradores

Todo novo funcionário deve saber o que fazer ao chegar na empresa, mas esperar que ele adivinhe isso, é um erro. Por isso, desenvolva um guia de todas as coisas que ele precisa fazer em seus primeiros dias, seja cursos, atividades, procurar uma pessoa, ou qualquer outra atividade.

Leia também  Treinamento de Integração: o que é, qual a importância e como promover na sua empresa

O mais importante é não deixar que ele fique ocioso em seus primeiros dias e para isso você pode utilizar ferramentas simples como um documento no word, uma pequena apresentação no powerpoint, ou até mesmo aplicativos de gestão de tarefas e a Agenda do Google, onde é possível incluir mais pessoas em uma atividade, deixando a rotina organizada e acessível.

Selecione um mentor

Tão importante quanto o guia é que o colaborador tenha uma pessoa com quem ele possa tirar possíveis dúvidas. Por isso, delegue a uma pessoa experiente, a função de receber e orientar o novo funcionário.

Com isso, você transmite confiança, aumenta o engajamento desde o início e evita que o profissional se sinta desconfortável e cria um ambiente agradável de acolhimento.

Faça treinamentos online

Durante o processo de integração, é necessário executar uma série de treinamentos de integração que, geralmente, são repetidos a cada nova chegada. Por isso, otimizar essas atividades é fundamental para garantir um treinamento de qualidade para toda a equipe.

Para isso, a tecnologia tem contribuído com esses processos. Já existem plataformas que permitem realizar esses treinamentos a qualquer hora e em qualquer lugar, não sendo necessário desligar um ou mais membros da equipe para realizar tal ação. Com elas, é possível criar cursos online específicos para cada público da sua empresa, seja colaborador, fornecedor ou até mesmo clientes.

Apresente as lideranças

Hierarquias existem, mas é necessário que exista um respeito mútuo entre todos os níveis, por isso é essencial que todos os colaboradores conheçam suas lideranças, gestores e até mesmo os CEOs.

Com isso, todos se sentem importantes dentro da organização, mesmo que não haja um contato constante entre todos os membros da equipe. Lideranças ausentes criam ambientes frágeis e a comunicação é diretamente afetada.

Apresente a instituição

Para que uma pessoa seja feliz no ambiente de trabalho, é preciso conhecer a fundo a organização, assim como seus produtos/serviços, o propósito da empresa e a sua cultura. Um profissional só se torna realizado se seus princípios e valores condizem com a realidade da empresa, por isso, todas essas informações precisam estar devidamente explícitas e devem ser praticadas por todos.

Leia também  Como fazer a integração de novos colaboradores? Descubra 7 detalhes indispensáveis

Acompanhe os índices

Tão essencial quanto os treinamentos, é acompanhar os resultados por meio dos índices. Por isso, desde o ínicio da jornada do colaborador é necessário acompanhar o seu desempenho. Assim, ao se deparar com baixos índices de desempenho, será possível descobrir se o problema está no treinamento, no colaborador ou se existe falha em algum processo.

Agora que você já tem em mãos tudo que precisa para mudar a forma de receber os novos integrantes da sua empresa, é hora de colocar em prática. Para aprofundar seus conhecimentos no assunto, não deixe de ler nosso post sobre levantamento de necessidades de treinamento.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *