O que é LMS

Em um período onde os avanços tecnológicos não param, cada vez mais empresas estão optando por capacitar seus colaboradores em plataformas online ao invés de aulas presenciais, principalmente pelo custo e pela praticidade. Atualmente, o sistema LMS é o estilo mais usado, por reunir várias funcionalidades e ser acessível em qualquer lugar. Mas o que é um sistema LMS, exatamente?

Ao implantar qualquer programa de treinamento e desenvolvimento à distância, é muito importante saber como um sistema LMS funciona e ter em mãos uma plataforma efetiva e que atende às necessidades da empresa. Com base nisso, vamos te ajudar a entender o que é sistema LMS, o que ele é capaz de fazer e quais as vantagens de usá-lo. Vamos lá?

Você vai ver:

O que é um sistema LMS?

LMS é uma sigla em inglês para Learning Management System, que significa Sistema de Gestão de Aprendizagem. Na prática, LMS é um software voltado para criar, organizar e gerenciar cursos e treinamentos online.

Tanto as pessoas que buscam por plataformas para vender seus cursos quanto as que procuram plataformas que suportem treinamentos para sua empresa encontram no LMS uma ótima solução. Neste último caso, é possível criar cursos personalizados para as necessidades da empresa e avaliar o desempenho dos colaboradores por meio de indicadores em tempo real.

Esse tipo de sistema mudou completamente o modo de ensino corporativo, pois facilitou o entendimento dos colaboradores e o processo de acompanhamento por parte dos gestores. Pelo aumento do desempenho e conhecimento dos colaboradores, não só empresas implantaram esse tipo de serviço, como também instituições de ensino básico e médio, faculdades, inclusive professores independentes que criam seus próprios cursos.

Como o LMS é baseado na tecnologias digitais, é comum oferecer diversos recursos de aprendizagem e gestão de aprendizagem que não são encontrados no ensino presencial. Além disso, o uso de sistemas de gestão de aprendizagem online pode reduzir o tempo e o custo necessários para a capacitação dos funcionários, o que é bom para a empresa e para a equipe.

Continue lendo e saiba tudo que um LMS pode oferecer e quais as vantagens de utiliza-lo.

Funcionalidades de um sistema LMS

Assim como existem muitos tipos de sistemas LMS, existem variadas funcionalidades contidas neles. Algumas são importantes para qualquer negócio, enquanto outras atendem necessidades mais específicas. É importante saber que funcionalidades são essas e analisar quais são necessárias na sua empresa, para que não haja desperdício com ferramentas que não serão usadas. Por isso, vamos passar por algumas das principais ferramentas de um sistema LMS. Confira:

hospedagem-de-arquivos

Hospedagem de conteúdos

Além de permitir a criação de cursos personalizados, um sistema EAD permite o upload de vários tipos de conteúdos úteis para o aprendizado dos colaboradores, como vídeos, apresentações em PowerPoint, PDFs, áudios, links externos, inclusive cursos disponibilizados pela própria plataforma.

Dessa forma, os gestores podem adicionar o que for necessário para o entendimento do aluno e acompanhar seu aprendizado pela plataforma, já que podem saber se tal conteúdo já foi visitado pelos colaboradores.

forum

Fóruns

Já que os cursos em um sistema LMS são à distância, é comum que os colaboradores sintam falta da interação entre alunos e da presença de um orientador para ajudar com partes do conteúdo que são mais complicadas. Por isso, grande parte dos sistemas LMS disponibilizam fóruns, em que podem ser tiradas dúvidas, inclusive com um orientador que esteja online.

Em muitos cursos, a participação do colaborador no fórum é obrigatória para sua conclusão, para comprovar que ele realmente estudou aquele conteúdo e, se não tiver dúvidas, possa auxiliar as de seus colegas.

gamification

Gamificação

A gamificação tem como objetivo principal tornar o treinamento mais dinâmico e divertido, chamando a atenção dos colaboradores e aumentando seu engajamento. Isso porque, muitas vezes, os alunos perdem o interesse nos treinamentos a distância, ou ainda não acham tempo e disposição para realizá-los pelo cansaço da rotina, ou até mesmo se esquecem.

Por isso, pequenos elementos como placares, competições saudáveis e até premiações tornam todo o processo de treinamento mais leve, facilitando o processo de aprendizado.

indicadores-de-desempenho

Indicadores de desempenho

Um sistema LMS indica em tempo real quanto falta para um curso ser concluído, quanto tempo cada aluno levou em cada conteúdo e quais as notas tiradas em cada teste, quantos colaboradores estão realizando determinado curso, entre outros indicadores.

Com essas informações, monitorar o desempenho e efetividade do curso aplicado se torna muito mais fácil. Assim, os responsáveis pelo treinamento podem resolver problemas no direcionamento do curso e sanar dúvidas e dificuldades dos colaboradores assim que possível.

teste

Testes

Após a aplicação de um conteúdo, os colaboradores passam por testes de conhecimento, para confirmar que entenderam o assunto. Esses testes são usados como indicadores de desempenho de vários modos, medindo o nível de aprendizado dos alunos e a eficiência do curso. Além disso, esses testes certificam os gestores de que os colaboradores estão de fato realizando os treinamentos, já que não há como ter certeza quando o curso é à distância.

Além disso, a automatização das avaliações de compreensão permite que o usuário tenha acesso às questões que errou e acertou logo após o momento da avaliação, e o instrutor pode acompanhar o desempenho da turma, identificar as questões com maior índice de erro, etc.

certificados-automaticos

Emissão de certificados automáticos

Outro recurso interessante que o LMS oferece é a emissão rápida dos certificados de conclusão. Logo que o usuário completa a trilha de aprendizagem, o sistema LMS disponibiliza um certificado personalizado com o nome da pessoa, do curso que foi concluído e a instituição que o promoveu.

 

Diferença entre os cursos presenciais e os cursos em LMS

Muitos dos recursos disponibilizados em um LMS são viáveis graças a integração entre o gestor e o aluno, mediada pela internet. Na educação presencial, essas funcionalidades não são tão práticas e dinâmicas quanto em um LMS.

Por exemplo: a avaliação de compreensão na educação presencial é corrigida pelo professor manualmente, e ele não tem um mecanismo para mensurar o índice de acertos e erros das questões. Os alunos têm que esperar pelo menos um dia para saberem se estão certos ou errados, e quando recebem os resultados, já não têm mais disposição para trabalharem nos seus erros como deveriam.

maquina-de-aprender

“Quando sente que tem autonomia no seu processo de aprendizagem, o aluno sente-se mais motivado para continuar aprendendo”

Essa era mais ou menos a ideia do psicólogo da Universidade de Harvard B.F. Skinner. Ele criou nos anos 1950 um dispositivo chamado “máquina de ensinar”. A ideia dessa máquina era que o aluno respondesse perguntas objetivas e soubesse instantaneamente se acertou ou errou. Desse jeito, as respostas certas deixariam o aluno mais satisfeito e motivado, e as respostas erradas possibilitariam que ele estudasse mais e tentasse de novo, até acertar.

A lógica da aprendizagem num sistema LMS é muito semelhante à de Skinner, principalmente porque nas avaliações de compreensão online o aluno tem mais de uma tentativa de resposta. Como mencionamos, os alunos têm um feedback rápido e assim podem seguir para a próxima atividade.

Concluindo: a diferença entre um curso feito em LMS e um curso presencial é que o LMS impulsiona a execução de algumas funções que os cursos presenciais não podem fazer, ou fazem de maneira reduzida, facilitando o processo de gestão da aprendizagem e da aquisição do conhecimento.

Por que o LMS é uma boa ideia para ambientes corporativos?

Além das funcionalidades que apresentamos, os LMS destinados a contextos corporativos têm algumas vantagens especiais.

O primeiro deles é a integração com os sistemas de RH. O LMS possibilita uma gestão completa do perfil profissional dos colaboradores, permitindo atribuir trilhas de aprendizagem para que os profissionais alcancem as competências desejadas.

Além disso, o LMS é uma alternativa que reduz custos de deslocamento, infraestrutura e contratação de pessoal especializado. Assim, se o usuário puder acessar os cursos em qualquer lugar que tenha internet, poderá acessa-los em seu ambiente de trabalho. Como os conteúdos são passados através de materiais prontos, a necessidade de um tutor ou professor é mínima.

O papel do EAD na indústria 4.0

Outro benefício de utilizar um sistema LMS é a mobilidade: além de não interromper o horário de trabalho dos colaboradores, equipes de várias partes do mundo podem ser capacitadas simultaneamente, o que é muito útil para empresas com sedes em vários estados ou com muitos departamentos. Pela mobilidade e disponibilidade de horários, cursos realizados em sistemas LMS tendem a ser finalizados mais rapidamente e mostram resultados mais efetivos, pois respeitam o processo e tempo de aprendizagem dos colaboradores, que assim aprendem melhor e mais rapidamente do que em aulas presenciais.

Tipos de LMS

Para ajudar a entender de forma completa o que é um sistema LMS, precisamos entender algumas especificações técnicas que esses sistemas podem ter. Principalmente porque, cada vez mais sistemas LMS surgem no mercado e, com o passar do tempo, surgem variações do modelo original, cada um com novas funcionalidades e configurações.

Essas alterações podem trazer benefícios ou problemas, dependendo do estilo de funcionamento da empresa e suas necessidades. Até o momento existem 6 tipos de plataforma LMS, sendo eles:

LMS web x LMS instalado

Sistemas LMS mais antigos precisam ser instalados nos computadores antes de começarem a ser usados e são hospedados em servidores próprios. Isso demanda mais tempo para instalação e adaptação, além de trazer consigo mais custos, com manutenção e configuração. Isso também diminui a mobilidade dos colaboradores para acessar os conteúdos, já que é necessário instalar a plataforma em cada novo dispositivo. Apesar de o contratante ter total controle das configurações do sistema, também se ocupa da segurança da plataforma e de suas atualizações.

Um LMS web, por outro lado, não tem nenhuma dessas dificuldades. Além de armazenar os conteúdos fora do computador, na nuvem, é acessível em qualquer lugar com acesso à internet, fora os casos em que é necessário instalar em aparelhos como celular ou tablet. Ao contrário do LMS instalado, as atualizações e configurações desse tipo de sistema são automáticas e pré-definidas, então a equipe de TI pode focar em outras tarefas.

Calculadora de orçamento de T&D

Grátis x comercial

Um sistema LMS grátis é útil para as empresas com baixo orçamento, porém oferece poucas funcionalidades e uma variedade de cursos menor do que plataformas comerciais. Elas são recomendadas para treinamentos mais simples e menos importantes.

Por outro lado, caso seus colaboradores precisem de treinamentos mais intensos e que abordam conteúdos mais complexos, é recomendável investir em um LMS comercial. Além de mais cursos e mais funcionalidades, eles comportam mais colaboradores online.

Código aberto x código fechado

Sistemas LMS de código aberto basicamente disponibilizam seu código base para qualquer pessoa, para que possa ser estudado ou modificado. Isso garante uma personalização maior do produto. Em contraponto, os LMS de código fechado não podem ser alterados em qualquer forma. Apesar de garantir a integridade das informações e dos materiais disponíveis, a plataforma se mistura com o padrão base da empresa contratada, mas pode ser personalizada para que se identifique com a identidade da organização.

Agora que você sabe o que é um sistema LMS, está pronto para fazer uma análise dos produtos disponíveis e escolher aquele que mais se adeque à sua empresa. Aproveite e assista à demonstração grátis do Twygo para entender o que essa plataforma pode fazer por você!

Twygo Plataforma EAD

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *