Entenda definitivamente o que é um sistema LMS

Receba nossas novidades

Ao enviar você está aceitando os termos da nossa política de privacidade

O que é um Sistema LMS

Um sistema LMS é um software voltado para a aplicação de treinamentos corporativos ou venda de cursos online.

Devido à praticidade e economia, as empresas estão optando por capacitar seus colaboradores online em vez de presencialmente, e o sistema LMS é um grande aliado para isso.

Com base nisso, vamos te ajudar a entender o que é sistema LMS, o que ele é capaz de fazer e quais as vantagens de usá-lo. Vamos lá?

O que é um sistema LMS?

LMS é uma sigla em inglês para  Learning Management System,  que significa Sistema de Gestão de Aprendizagem. Na prática, LMS é um software voltado para criar, organizar e gerenciar cursos e treinamentos online. O LMS é utilizado tanto pro pessoas que vendem cursos online quanto empresas que desejam realizar treinamentos corporativos.

Neste último caso, é possível criar cursos personalizados para as necessidades da empresa e avaliar o desempenho dos colaboradores por meio de indicadores em tempo real.

Não só empresas implantaram esse tipo de serviço, como também instituições de ensino básico e médio, faculdades e professores independentes que criam seus próprios cursos.

Não só empresas implantaram esse tipo de serviço, como também instituições de ensino básico e médio, faculdades e professores independentes que criam seus próprios cursos.

Esse público tende a crescer cada vez mais e a previsão é de que o mercado global de LMS atinja mais de 370 bilhões de dólares até 2026.

Como o LMS é baseado na tecnologias digitais, é comum oferecer diversos recursos de aprendizagem e gestão de aprendizagem que não são encontrados no ensino presencial. Compilamos informações importantes sobre LMS no vídeo abaixo. Confira! 

Continue lendo e saiba tudo que um LMS pode oferecer e quais as vantagens de utiliza-lo.

Tipos de sistemas LMS

Para entender melhor o que é um sistema LMS, precisamos analisar algumas especificações técnicas que esses sistemas podem ter.

Afinal, cada vez mais sistemas LMS surgem no mercado e, com o passar do tempo, surgem variações do modelo original, com novas funcionalidades e configurações.

Essas alterações podem trazer benefícios ou problemas, dependendo do estilo de funcionamento da empresa e suas necessidades.

Até o momento, existem 6 tipos de plataforma LMS, sendo eles:

LMS instalado x LMS SaaS

Sistemas LMS mais antigos precisam ser instalados nos computadores antes de começarem a ser usados e são hospedados em servidores próprios. Esses modelos têm como característica:

  • Maior tempo para a instalação e adaptação;
  • Custos com manutenção e configuração;
  • Menor mobilidade dos colaboradores para acessar conteúdos, pois tudo deve se instalado novamente em cada dispositivo;
  • Controle total das configurações do sistema pelo contratante, que também fica responsável pela segurança e atualizações.

Já um LMS SaaS (Software as a Service) não apresenta nenhuma dessas dificuldades, pois:

  • Armazena os conteúdos fora do computador, na nuvem;
  • É acessível em qualquer lugar com internet disponível,
  • Pode ser acessado em celulares e notebooks sem necessidade de instalação;
  • Configurações desse tipo de sistema são automáticas e pré-definidas.

Grátis x Comercial

Um sistema LMS grátis é útil para as empresas com baixo orçamento, mas oferece poucas funcionalidades. Portanto, pode ser usado para treinamentos simples.

Por outro lado, caso seus colaboradores precisem de treinamentos mais intensos e que abordam conteúdos mais complexos, é recomendável investir em um LMS comercial.

Isso porque, além de mais cursos e mais funcionalidades, eles comportam mais colaboradores online.

Código aberto x código fechado 

Sistemas LMS de código aberto basicamente disponibilizam seu código base para qualquer pessoa, para que possa ser estudado ou modificado. Isso garante uma personalização maior do produto.  

Em contraponto, os LMS de código fechado não podem ser alterados em qualquer forma.  

Eles garantem a segurança das informações internas e a plataforma segue o padrão base da empresa contratada, mas pode ter sua identidade visual personalizada para se parecer com a empresa contratante. 

Agora que você sabe quais os tipos de sistema LMS, veja a seguir quais são as ferramentas que a maioria deles oferece. 

Funcionalidades de um sistema LMS

Assim como existem muitos tipos de sistemas LMS, existem variadas funcionalidades contidas neles. Antes de escolher uma plataforma, É importante saber quais funcionalidades são essas e analisar quais são necessárias na sua empresa.

Funcionalidades do LMS


Por isso, vamos passar por algumas das principais ferramentas de um sistema LMS. Confira:

Hospedagem de conteúdos

Além de permitir a criação de cursos personalizados, um sistema LMS permite o upload de vários formatos de conteúdo úteis para o aprendizado dos colaboradores, como:

  • Vídeos;
  • Apresentações em PowerPoint;
  • PDF’s;
  • Áudios;
  • Links externos.

Dessa forma, os gestores podem adicionar o que for necessário para o entendimento do aluno e acompanhar seu aprendizado pela plataforma.

Comunidades

Já que os cursos em um sistema LMS são à distância, é comum que os colaboradores sintam falta da interação entre alunos e da presença de um orientador.

Por isso, grande parte dos sistemas LMS disponibilizam comunidades, em que podem ser tiradas dúvidas, inclusive com um  orientador  que esteja online.

Gamificação

A gamificação tem como objetivo principal tornar o treinamento mais dinâmico e divertido, chamando a atenção dos colaboradores e aumentando seu engajamento.

Isso porque, muitas vezes, os alunos perdem o interesse nos treinamentos a distância, ou ainda não acham tempo e disposição para realizá-los.

Por isso, pequenos elementos como placares, competições saudáveis e até premiações tornam todo o processo de treinamento mais interessante, facilitando o aprendizado.

Indicadores de desempenho

Com essas informações, monitorar o desempenho e efetividade do curso aplicado se torna muito mais fácil. Se você quiser saber mais sobre como utilizar os indicadores na sua empresa, confira nosso material gratuito abaixo.

11 indicadores de treinamento

Testes

Após a aplicação de um conteúdo, os colaboradores passam por testes de conhecimento, para medir o nível de aprendizado dos alunos e a eficiência do curso.

Além disso, esses testes certificam os gestores de que os colaboradores estão de fato realizando os treinamentos lhes mostram quais pontos precisam de melhora. Afinal, a automatização das avaliações de compreensão permite que o usuário tenha acesso às questões que errou e acertou logo após o momento da avaliação, e o instrutor pode identificar as questões com maior índice de erro.

Emissão de certificados automáticos

Outro recurso interessante que o LMS oferece é a emissão rápida dos certificados de conclusão.

Logo que o usuário completa a trilha de aprendizagem, o sistema LMS disponibiliza um certificado personalizado com o nome da pessoa, do curso que foi concluído e a instituição que o promoveu.

Todas essas funcionalidades oferecidas pelo sistema LMS tem trazido muitas vantagens às empresas. Acompanhe no próximo tópico.

Vantagens de um sistema LMS

Vantagens do LMS

Esses benefícios fazem com que empresas de diversos setores realizem seus treinamentos via LMS, como veremos a seguir. 

Quais setores utilizam o sistema LMS? 

Além do uso educacional em escolas e universidades, o LMS é muito usado por empresas de pequeno, médio e grande porte de diversas áreas. Veja os principais exemplos.

1. Setor industrial: Muitos trabalhos industriais que envolvem periculosidade precisam de treinamentos obrigatórios para serem executados.

Através do LMS, essas capacitações deixam de ser meras formalidades e passam a ser interessantes para o colaborador. Além disso, é uma ferramenta que a empresa tem para registrar a ocorrência dos treinamentos e ficar de acordo com a lei.

2. Setor de saúde: O sistema LMS não substitui o treinamento prático necessário para médicos e enfermeiros, mas torna a parte teórica mais dinâmica. 

Isso inclui treinamentos sobre habilidades sociais, materiais científicos, entre outros assuntos da área

3. Setor jurídico: É comum que ocorram mudanças ou adições constantes no sistema de leis.

Pensando nisso, o LMS pode ser usado para manter os profissionais jurídicos atualizados dessas alterações e preparados para lidar com elas.

4. Setor imobiliário: Existem tarefas específicas realizadas por corretores que exigem certificados, como o aconselhamento na compra e venda de imóveis.  

O sistema LMS é uma forma eficiente de capacitar esse público e oferecer a certificação necessária.

5. Franquias: Empresas que fazem parte de uma rede de franquias precisam que seus colaboradores tenham um treinamento padronizado, para que ofereçam a mesma qualidade de serviço.

Com um sistema LMS, fica fácil disponibilizar o treinamento padrão para qualquer lugar do mundo e acompanhar o processo de aprendizagem.

Se você quer que sua empresa também faça parte do time que aplica o sistema LMS para treinamentos e tem resultados incríveis, confira a indicação abaixo.

Twygo: A melhor plataforma LMS do mercado

O Twygo é um sistema LMS intuitivo e acessível que conta com diversos recursos, como:

  • Gamificação;
  • Trilhas de aprendizagem;
  • Comunidades;
  • Possibilidade de trabalhar com vários formatos de conteúdo,
  • Dashboard com indicadores para o acompanhamento do treinamento;
  • Personalização de todo o espaço virtual com as cores e logo da sua empresa.

Para conhecer melhor a plataforma, você pode fazer um teste gratuitamente. Clique no botão abaixo e aproveite agora mesmo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários