Integração de novos colaboradores

Contratar um novo colaborador exige muita atenção para que a escolha certa seja feita e, depois de contratado, ele precisa passar por um processo de integração que o ajude a iniciar seu trabalho na empresa. Entretanto, a integração de novos colaboradores ainda tem sua importância subestimada em algumas organizações.

Realizar a integração de forma correta é essencial para o sucesso do profissional dentro da sua empresa e, por isso, vamos ensinar tudo o que esse treinamento precisa conter e como realizá-lo da melhor forma. Siga lendo o post para aprender!

O que é integração de novos colaboradores?

Integração de novos colaboradores é o processo de preparar um funcionário para que ele inicie seu trabalho na empresa.

Se o treinamento de integração for falho, o colaborador pode se sentir deslocado, não entender como os processos funcionam ou não saber exatamente como realizar seu trabalho.

Mas, além de ensinar aos funcionários sobre suas futuras atividades, a integração também deve garantir que esses profissionais entendam os valores da empresa. Quando se trabalha alinhado aos valores, há manutenção do bom clima organizacional e do sentimento de pertencimento à organização.

Por que a integração de novos colaboradores não deve ser negligenciada?

Porque é no momento da integração que o colaborador deve aprender o básico para iniciar seu trabalho na empresa e, se ela não for feita corretamente, haverá prejuízos ao trabalho do profissional.

A integração é o primeiro degrau do desenvolvimento do funcionário na empresa. É a partir dela que ele conhecerá sua equipe de trabalho, os métodos e processos utilizados, entender o que a organização espera dele e o que ele pode esperar da organização.

Segue abaixo alguns benefícios de realizar corretamente a integração de novos colaboradores:

Entrega mais rápida de resultados

Quando um novo colaborador entende o método de trabalho e como realizá-lo da melhor forma, o período de adaptação é mais rápido e ele começa a entregar resultados mais cedo.

Caso a integração não for bem-feita, os primeiros meses do colaborador podem ficar marcados por erros e demora a “engrenar” no novo trabalho.

Leia também  Como montar um plano de treinamento e desenvolvimento

Melhora do clima organizacional

Cada vez mais as empresas percebem a necessidade de prezar por um bom clima organizacional, e o primeiro passo para se obter um bom clima é estabelecer e deixar clara a cultura organizacional.

A cultura organizacional compreende as regras, valores, filosofias e código de conduta da empresa. São essas bases que garantirão um bom clima organizacional, mas, para que isso ocorra, elas deverão ser transmitidas aos colaboradores. O momento de fazer essa transmissão é logo no momento em que o colaborador entra na empresa, ou seja, na integração.

Sendo assim, realizar uma integração que deixe claro quais atitudes e comportamentos são esperados do novo profissional é essencial para que não ocorram problemas de relacionamento entre pessoas.

Integração de novos colaboradores

O que um treinamento de integração contém?

1 – Mensagem de boas vindas

Antes do colaborador iniciar sua jornada na empresa, é interessante que ele receba uma mensagem de boas-vindas assinada pelo seu futuro líder, diretor da área ou mesmo pelo presidente da companhia.

Aqui também entra a entrega de itens personalizados, se houver. Coisas como canetas, camisetas, canecas, blocos de anotações, agendas, etc., com o logotipo da empresa aumentam a sensação de pertencimento e ainda ajudam a construir o nome da sua marca quando o colaborador utilizar tais objetos em público.

2 – Documentos importantes

Também é importante fornecer ao novo colaborador documentos importantes, como: cartilhas de benefícios e convênios, acordos de confidencialidade, números de ramal, manuais, etc.

Além disso, podem ser entregues guias locais que mostrem cafés e restaurantes próximos da empresa, que serão úteis nos intervalos.

3 – Apresentação da empresa

A apresentação da empresa consiste em mostrar ao funcionário uma breve história da organização, desde quando ela foi fundada até os obstáculos perpassados para chegar ao ponto atual. Isso ajuda a aumentar o engajamento emocional do novo colaborador e fazê-lo entender que faz parte de um grande projeto.

Aqui, também devem ser apresentados os valores, a visão e a missão da empresa, além das normas que compõe a cultura organizacional.

Leia também  Processo de treinamento e desenvolvimento: 4 passos para estruturar o seu

4 – Apresentação dos produtos e serviços oferecidos pela empresa

É interessante que o novo colaborador tenha contato com o produto ou serviço oferecido pela empresa, independentemente do setor em que ele irá atuar.

Todos os colaboradores devem saber em prol de que estão trabalhando e, no fim das contas, é em torno desse produto ou serviço que os esforços da empresa mais se concentram.

5 – Apresentação da estrutura física da empresa

É muito importante levar os novos colaboradores em um tour para conhecer a estrutura física da empresa. Cozinhas, banheiros, salas de reuniões, o ambiente em que ele irá trabalhar, etc.

Locais como esses serão utilizados com frequência pelo novo colaborador e ele precisa saber como chegar até eles e como utilizá-los.

6 – Apresentação aos colegas de trabalho

Parte importantíssima da integração de novos colaboradores é apresentá-los aos seus novos colegas de trabalho. Ao apresentar um novo membro a uma equipe, é importante esclarecer quem é o seu líder imediato, quais as funções de cada um e quais as atividades que serão realizadas por ele.

7 – Apresentação das funções

Algo que não pode faltar na integração de um novo colaborador é a apresentação das funções que serão desempenhadas por ele.

É interessante, em alguns casos, documentar as funções e criar checklists com o passo-a-passo para sua realização. Isso é muito útil para um novo colaborador lembrar de tudo o que tem a fazer e como fazer, especialmente no início.

Checklist de Processo de Integração de Colaborador

Mas além de todos esses procedimentos, é importante montar um treinamento de integração, isto é, um processo de aprendizagem para efetivamente ensinar ao colaborador tudo que ele precisa saber para iniciar sua jornada na sua nova empresa.

Montando um treinamento de integração

Para estruturar o seu treinamento de integração, você precisa pensar nos seguintes pontos:

  • Planejar o conteúdo do treinamento
  • Elaborar o material de apoio
  • Definir um instrutor
  • Organizar a aplicação

Para ver mais os detalhes sobre cada uma dessas etapas, confira nosso texto sobre treinamento de integração.

Leia também  O que é e como fazer Treinamento Comportamental

Como a integração de novos colaboradores precisa ser repetida toda vez que alguém entra na empresa, os gastos com tempo, recursos humanos e materiais é algo a ser levado em conta.

Para que não seja necessário repetir diversas vezes a aplicação do mesmo conteúdo, uma plataforma EAD pode ser muito útil.

É possível hospedar o conteúdo do treinamento (vídeos, PDFs, PPTs, etc.) em uma plataforma EAD, e esse conteúdo pode ser acessado a qualquer hora por qualquer novo colaborador que entrar na empresa. Isso elimina a necessidade de formar turmas, alocar espaços físicos e outros recursos.

Se quiser saber mais sobre a utilização de plataformas EAD em treinamentos de integração, leia nosso post sobre o assunto e aprenda como fazer integração de novos colaboradores usando uma plataforma EAD.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *