Fast learning: conheça os segredos para treinar os colaboradores de forma mais rápida e eficaz

Receba nossas novidades
Newsletter
Fast learning

Na hora de transmitir um conhecimento através de treinamento ou ensino online, muitos instrutores apostam em longas aulas e muito conteúdo, isso torna o processo maçante e desestimulante. O fast learning surgiu como uma resposta a esse problema.

Acompanhe o texto que vamos te explicar tudo sobre fast learning, mas primeiro, você sabe o que é esse conceito?

O que é fast learning?

A tradução de fast learning é “aprendizado rápido”. É uma forma de ensino-aprendizagem, em que o conteúdo é separado em “pílulas de conhecimento”, fugindo das tradicionais aulas longas e apostando em resultados rápidos e práticos.

Agora que você já sabe o que é, que tal vermos algumas das principais características de um treinamento que utiliza o fast learning?

Características do fast learning

Aulas curtas

O conteúdo é dividido em pílulas de conhecimento, cada “pílula” costuma durar o tempo de um cafezinho, cerca de três a cinco minutos. O objetivo é que, após esse tempo, o colaborador tenha adquirido um conhecimento novo, necessário para sua função. Apenas o conteúdo indispensável é apresentado.

Como as aulas são curtas, elas focam em explicar só o que é mais importante. As informações que não vão impactar diretamente no conhecimento, são deixadas de lado.

De forma remota

Imagina fazer um treinamento presencial que só vai durar cinco minutos? Ficaria inviável, não é mesmo? Por isso o fast learning funciona melhor quando é realizado a distância.

Feito através de vídeos

Quando alguém busca um conhecimento rápido, seja para fazer algum reparo em casa, ou alguma dica de tecnologia, a maioria das pessoas corre para o YouTube, escolhe o vídeo mais curto e aprende o que precisa para solucionar o problema.

Isso acontece porque conteúdos em vídeo facilitam o aprendizado, e é por isso que o fast learning combina perfeitamente com o treinamento em vídeo. O intuito é o mesmo: deixar o conteúdo o mais fácil possível de aprender. A gente já fez um conteúdo bem bacana de como fazer uma videoaula de qualidade em apenas três passos, depois vai lá e confere.

Além de se diferenciar com essas características, o fast learning também possui muitas vantagens sobre outras formas de treinamento. Quer ver só? Então acompanhe a leitura!

Vantagens do fast learning

O aprendizado é mais ágil

Processos de ensino que seguem o princípio de fast learning são mais eficientes porque cada conteúdo é passado quando o colaborador precisar daquele conhecimento. Então nada de explicar alguma coisa que o colaborador já vai ter esquecido quando precisar, tudo tem hora certa.

O colaborador se concentra mais

Em treinamentos tradicionais, o colaborador vai perdendo a concentração à medida em que o treinamento avança. Começa com uma espiadinha no celular, mas na reta final do treinamento, até uma mosca voando é mais interessante. Com o fast learning, os conteúdos são curtos e não dá tempo de o colaborador perder a concentração.

Aumenta a absorção do aprendizado

Como consequência de uma maior concentração, o aprendizado é maior, já que a ideia é trabalhar só com o máximo de desempenho do cérebro. O que é mais vantajoso para o colaborador e para a empresa.

O conteúdo fica na memória por mais tempo

Treinamentos baseados em fast learning ajudam o colaborador a esquecer menos. Isso porque existem dois tipos de memória, a memória de curto prazo e a memória de longo prazo. Tudo o que aprendemos vai para a memória de curto prazo e só o que é mais necessário é “transferido” para a memória de longo prazo. Por isso, é importante exercitar o que aprendemos.

A ideia do fast learning é ter uma aula curta e já colocá-la em prática, o que melhora o aprendizado. Em um treinamento longo, muitas coisas não são colocadas em prática na hora. Ou seja: boa parte do conteúdo de um treinamento longo é esquecido, simplesmente porque o cérebro humano não viu propósito em armazenar algo que, aparentemente, não será usado.

Como aplicar o fast learning na sua empresa?

Agora que você já sabe o que é e quais os benefícios de um treinamento fast learning, está na hora de explicarmos o passo a passo de como aplicá-lo na sua empresa. Então, vamos lá!

Planeje o conteúdo

Faça uma lista com tudo que o colaborador precisará saber para desempenhar a função dele. Deixe de fora o que já se espera que ele saiba. Para uma vaga de revisão de gramática, por exemplo, já se espera um domínio de gramática, certo? Então, o que precisa ser levado em conta é a forma como a empresa trabalha.

No treinamento desse revisor deve constar coisas como: a forma de fazer a correção, o que ele precisa entregar, qual a ordem que ele deve priorizar e coisas do gênero. Para fazer isso, a gente recomenda que você faça uma matriz de competências, depois da uma lida no nosso texto sobre isso, com certeza vai te ajudar bastante!

Divida o conteúdo em partes menores

Depois que estiver tudo organizado, é hora de separar tudo nas tais “pílulas” de até cinco minutos. Tome cuidado para não errar a mão e ficar com uma aula muito curta ou muito longa. Vai ser mais complicado no começo, mas você pega o jeito com tempo e prática!

A dica aqui é tentar “enxugar” os conteúdos ao máximo, para sobrar de fato só o essencial. Depois, se pergunte: “É possível aprender tudo para esta função, só com o que tenho aqui?” Se sim, Ótimo! Se não, procure corrigir isso.

Prepare as videoaulas

Depois que você já tem tudo planejado, é hora de gravar as videoaulas. Você pode, por exemplo, gravar a tela do seu computador enquanto explica, ou então gravar um vídeo só com a pessoa explicando ou mostrando algo. Não se esqueça de sempre gravar tudo em um local silencioso e com boa iluminação. Apoie a câmera ou o celular em um tripé ou em algum lugar que a deixe estável antes de começar a gravar.

Com o conteúdo gravado, é só editar, não precisa ser nada muito sofisticado e é possível fazer isso com editores gratuitos para celular. Faça isso e você terá o seu treinamento corporativo fast learning pronto, agora é só disponibilizá-lo aos colaboradores.

Adicione os conteúdos em uma plataforma de ensino online

O melhor é disponibilizar os conteúdos em uma plataforma de ensino online.

Assim, facilita na hora de acompanhar o desempenho dos colaboradores. Garanta que os conteúdos sigam uma ordem específica, e não fiquem simplesmente jogados. A gente já tem um texto mais detalhado sobre Universidade Corporativa EAD e suas vantagens, depois dá uma conferida!

Prontinho! Agora você já sabe os segredos para aplicar um excelente treinamento fast learning na sua empresa. A gente entende que muitas empresas podem ter um pouco mais de dificuldade na hora de gravar as videoaulas, por isso nós criamos uma solução.

Preparamos um kit gratuito com tudo que você precisa fazer para criar videoaulas incríveis para o seu treinamento fast learning. Com este kit, você vai aprender desde o planejamento até o uso de ferramentas gratuitas para sua videoaula. Se interessou? Então é só clicar no banner abaixo!

Como fazer videoaulas incríveis e transpor os limites físicos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários
Show Buttons
Hide Buttons