7 dicas para evitar processos trabalhistas + uso de plataformas LMS

Receba nossas novidades

Ao enviar você está aceitando os termos da nossa política de privacidade

Como evitar processos trabalhistas

Muitas vezes, as insatisfações de funcionários com a empresa podem levar a ações judiciais. Por isso, é possível realizar ações simples para evitar processos trabalhistas e muita dor de cabeça!

Se você quer saber quais medidas pode tomar na sua empresa para evitar processos trabalhistas, preparamos um texto completo com os seguintes tópicos:

Você pode ler o texto na íntegra ou pular para a parte que preferir.

Boa leitura!

7 passos para evitar processos trabalhistas

  1. Faça acordos por escrito

    Os acordos entre o colaborador e a empresa devem ser feitos por meio de contratos e assinados por ambas as partes.

    Apesar de a CLT afirmar que esses acordos também podem ser verbais, registrar de forma escrita evita que o colaborador conteste o que foi acordado posteriormente.

  2. Registre os pontos

    Segundo a CLT, o registro dos horários de entrada, saída e intervalos dos colaboradores é obrigatório para empresas com mais de 10 colaboradores.

    Além de identificar se o colaborador está cumprindo o horário corretamente, o controle de pontos torna possível:

    • Oferecer os devidos pagamentos sobre horas extras;
    • Gerenciar folgas e atestados.

    Sem um controle das horas trabalhadas, a empresa não tem provas para se defender de possíveis processos trabalhistas.

  3. Pague o salário, adicionais e encargos corretamente

    É sempre bom lembrar que os pagamentos devem ser feitos conforme o que consta no contrato de trabalho.

    Oferecer vales como adiantamento de salário ou pagar um valor diferente do que está na CLT pode fazer com que a empresa tenha problemas judiciais.

  4. Divulgue os regulamentos internos

    Quando as políticas internas da empresa são deixadas no fundo da gaveta, fica difícil colocá-las em prática.

    Essas regras estão relacionadas aos valores que a empresa defende e devem ser conhecidas por todos os colaboradores, para evitar conflitos e processos.

    Uma forma eficiente de instruir os colaboradores sobre o regulamento da corporação é por meio do treinamento de compliance, que tem a função de:

    • Prevenir problemas jurídicos e reduzir penalidades; 
    • Criar um clima organizacional de segurança e respeito; 
    • Tornar o ambiente mais ético; 
    • Minimizar riscos de fraude, roubo e corrupção. 

    O ideal é que esse treinamento seja feito durante o onboarding, para que os colaboradores estejam cientes das regras desde sua chegada na empresa.

    Para esse e outros tipos de treinamento, a organização é fundamental. Por isso, preparamos um Canvas para te ajudar a estruturar suas prioridades. Clique abaixo:

    Planejamento de treinamento canvas

  5. Comunique-se com os colaboradores  

    Quando existem problemas a serem resolvidos na empresa, os colaboradores precisam ter um espaço seguro para relatar a situação aos superiores.

    Isso se dá porque, caso um funcionário entre com um processo devido a uma situação não relatada à empresa, é possível comprovar que ele tinha possibilidade de sinalizar o problema e, mesmo assim, não o fez.

    Por isso, é importante estabelecer canais de comunicação com os colaboradores, como:

    • E-mail; 
    • Grupo oficial no WhatsApp; 
    • Redes sociais da empresa;
    • Chats de mensagem em plataformas de trabalho híbrido. 

    Esses portais também podem ser usados para que os colaboradores possam fazer sugestões de melhora nos processos e, assim, prevenir problemas futuros.

  6. Prepare os líderes

    Os líderes são figuras de autoridade na organização e têm influência sobre o clima organizacional. Uma boa liderança deve ser capaz de identificar problemas que podem gerar ações judiciais, além de solucionar possíveis conflitos nas equipes.

    Esse olhar perspicaz pode ser desenvolvido através dos treinamentos de liderança, que também ajudam os líderes a:

    • Terem uma boa comunicação e escuta; 
    • Saberem delimitar regras; 
    • Serem um exemplo para os colaboradores. 

    Essas habilidades essenciais tornam os líderes mais preparados para lidar com impasses e tomar decisões inteligentes.

  7. Invista na capacitação

    Os treinamentos corporativos não só ajudam o colaborador a aprimorar suas habilidades, como ajudam a diminuir as chances de a empresa receber um processo trabalhista.

    Isso ocorre porque ajudam a identificar desvios de comportamento que podem prejudicar a empresa futuramente. Também porque incentivam que os colaboradores tenham ética e responsabilidade sobre o trabalho que entregam.

    Atualmente, uma alternativa das empresas para realizar treinamentos mais eficientes tem sido o uso de plataformas LMS. Elas são softwares criados para criar, organizar e gerenciar treinamentos online.

    Através delas, é possível ter as vantagens de:

    • Disponibilizar conteúdos em diversos formatos; 
    • Reduzir gastos em treinamentos presenciais; 
    • Utilizar recursos tecnológicos de ensino, como gamificação.  

    Quer saber de que forma o uso dessas plataformas contribui para evitar processos trabalhistas?
    Veja a seguir:

    Como usar uma plataforma LMS para evitar processos trabalhistas? 

    Controle de treinamentos obrigatórios

    Em alguns cargos, principalmente os que envolvem periculosidade, existem treinamentos que são obrigatórios por lei.

    Sem essas capacitações para a prevenção de riscos, o colaborador não pode exercer sua função.

    As plataformas LMS ajudam o gestor a identificar quais colaboradores já fizeram os treinamentos obrigatórios e estão aptos para trabalhar.

    Ainda, emitem certificados e relatórios que comprovam a realização dos cursos de forma automatizada, para evitar processos pela falta de treinamento.

    Não precisa fazer hora extra

    Diferente dos treinamentos presenciais, os treinamentos online podem ser acessados quando e onde for necessário.

    Por isso, tornam o processo de capacitação mais prático e evitam que o treinamento precise ser feito no contraturno, prevenindo problemas com horas extras.

    Gerenciamento dos treinamentos já feitos  

    As plataformas LMS são capazes de armazenar os cursos que já foram feitos e concluídos pelos colaboradores.

    Assim, previnem processos trabalhistas que podem ocorrer futuramente pela falta de algum treinamento obrigatório.

    Nesse processo, é fundamental aplicar treinamentos que tragam resultados, como veremos a seguir.

    Aplique treinamentos eficientes na sua empresa 

    Agora que você já sabe a importância dos treinamentos e das plataformas LMS para evitar processos trabalhistas, deve colocar esse conhecimento em prática.

    Quer saber como implementar o treinamento e desenvolvimento na sua organização e atingir seus objetivos?

    Preparamos um e-book completo com os tipos de treinamentos mais utilizados e dicas práticas de como estruturar na sua empresa. Confira gratuitamente no banner abaixo!

    E-book Como implantar práticas de treinamento e desenvolvimento na sua organização

     

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários
Show Buttons
Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Linkedin
Contact us
Hide Buttons