Aprenda a reter os melhores colaboradores com desenvolvimento de talentos!

Receba nossas novidades
Newsletter
Desenvolvimento de talentos

Talentos são aqueles colaboradores que possuem as principais competências para ser um bom profissional. Eles são essenciais para o sucesso de uma empresa, e por isso são muito disputados. Então se você quiser mantê-los trabalhando na sua organização, uma boa opção é investir na carreira deles por meio do desenvolvimento de talentos.

Nesse post, vamos te contar por que você deveria desenvolver talentos na sua organização e como fazer isso de forma descomplicada. Acompanhe a leitura!

O que é desenvolvimento de talentos?

Desenvolvimento de talentos é um conjunto de práticas organizacionais que buscam aprimorar as habilidades dos profissionais mais competentes da empresa.

Os talentos são os colaboradores que se destacam nas competências técnicas e comportamentais, e têm muito potencial para crescer na organização. Então, quando se percebe um novo talento, a empresa busca engajá-lo e desenvolvê-lo para que ele se mantenha na organização e traga os melhores resultados.

Para isso, a organização pode lançar programa de desenvolvimento de talentos, investir em gestão de talentos e em práticas de retenção.

Diferença entre retenção e desenvolvimento de talentos

A retenção de talentos é toda a iniciativa que procura fazer um colaborador permanecer mais tempo na empresa. Ou seja, é um conjunto bem amplo de práticas e estratégias organizacionais que visam fazer aquele bom colaborador se sentir valorizado e engajado com a empresa.

Essas estratégias vão desde a escolha de benefícios até o investimento na cultura organizacional.

Você pode conferir mais nesse post sobre como fazer retenção de talentos!

Já o desenvolvimento de talentos é uma das formas de se fazer retenção de colaboradores. É também um conjunto de práticas, só que voltadas exclusivamente para desenvolver os profissionais mais capazes e ajudá-los a crescer na empresa. Mas, afinal de quem é essa responsabilidade? Da gestão de pessoas ou dos líderes?

O papel da Gestão de Pessoas no desenvolvimento de talentos

Antigamente, tinha-se a ideia de que o papel da gestão de pessoas era apenas se preocupar com as etapas de recrutamento e seleção e demissão de colaboradores. Porém, hoje as empresas têm uma visão diferente.

A gestão de pessoas tem um papel fundamental no desenvolvimento de talentos, ela atua como uma parceira dos líderes e gestores, ajudando a identificar as necessidades de treinamento e desenvolvimento dos colaboradores. Além disso, ajuda a criar iniciativas que sejam úteis para o desenvolvimento dos talentos, e a monitorar tudo isso.

Agora que você entendeu a importância da gestão de pessoas no desenvolvimento de talentos, vamos falar sobre a importância de um programa de desenvolvimento de talentos para a empresa. Confira!

Qual a importância do desenvolvimento de talentos?

Qual a importância do desenvolvimento de talentos

Ajuda a reter talentos

O desenvolvimento de talentos aumenta as chances de o profissional se sentir valorizado e recompensado no trabalho, com ações que mostram que a empresa de fato se importa com a evolução dele e oferece boas oportunidades de crescimento.

E quando o colaborador percebe que é muito vantajoso fazer parte da organização, tem mais chances de se manter no emprego por mais tempo.

Melhora a reputação da empresa

Desenvolver talentos também é uma forma de melhorar a reputação e a imagem da empresa.

A lógica é simples: se o profissional está satisfeito de trabalhar na sua empresa, naturalmente vai falar bem dela para amigos e conhecidos. Isso ajuda a criar a imagem de um local bom para se trabalhar, de forma espontânea.

Engajamento

Os talentos que estão sempre se desenvolvendo na empresa, passam a enxergar o trabalho como uma via de mão dupla. Ou seja, ele trabalha para o sucesso da empresa e a empresa trabalha desenvolvendo a carreira desse profissional. Isso é ótimo para criar engajamento e motivação nos talentos.

Maior capital intelectual

Quando se desenvolve colaboradores, você está abrindo espaço para conhecimento no seu negócio. Então, os talentos que têm boas oportunidades dentro da empresa, acabam tendo mais conhecimento, expertise e experiência na sua área de atuação.

Assim, eles podem compartilhar toda essa bagagem com seus colegas de equipe e contribuir para um maior repertório intelectual na organização. Isso melhora o desempenho nos processos e possibilita soluções mais criativas para resolver problemas.

E agora o principal, vamos te contar quais são as melhores práticas de desenvolvimento de talentos para você aplicar na sua empresa. Olha só:

Como desenvolver os talentos da sua empresa?

Como desenvolver talentos

1) Incentive feedbacks

Quando um colaborador trabalha sem receber feedback algum, é como se estivesse trabalhando no escuro: não sabe para onde está indo. Os feedbacks são essenciais para melhorar o desempenho de todos os profissionais, porque a partir deles que você percebe os pontos que precisam ser melhorados e também aquilo que já está bom.

O problema é que nós tendemos olhar o feedback sempre como algo negativo, e não como um aprendizado, que é o que deveria ser. Então, invista na normatização dos feedbacks para desenvolver os talentos, assim eles saberão exatamente quais aspectos precisam ser desenvolvidos.

2) Crie um programa de mentoria

A mentoria, ou shadow learning, é a aprendizagem supervisionada. Nessa prática, o talento vai ser acompanhado por um profissional mais experiente que ele na empresa e vai ser treinado no dia a dia, aprendendo determinada função.

Esse tipo de aprendizagem é ótimo para dar suporte aos talentos, para eles terem com quem tirar dúvidas, e uma pessoa próxima para ajudá-los a se desenvolverem.

3) Invista em formação profissional

Outra maneira de desenvolver talentos é incentivar a formação profissional. Graduações, MBAs, cursos avulsos e treinamentos são maneiras de aperfeiçoar o talento. Então, ofereça descontos, benefícios, bolsas de estudo e gratificações para os colaboradores que desejarem se aprimorar nos estudos.

Dessa forma, o talento traz novos conhecimentos para o negócio e ao mesmo tempo a empresa investe na carreira e nos objetivos individuais do colaborador.

4) Invista em soft skills

Para ser um profissional completo, não basta ter apenas competências técnicas, é preciso que o colaborador tenha habilidades comportamentais, ou soft skills, para garantir a qualidade do trabalho.

Por isso que oferecer treinamentos de soft skills também faz parte do desenvolvimento de talentos.

5) Faça avaliações de desempenho

Antes de realizar treinamentos, é preciso verificar quais são as competências que precisam ser desenvolvidas em cada talento. Por exemplo, uma pessoa pode ter boas competências técnicas, mas faltar algumas competências comportamentais para um cargo específico.

Isso não significa que ela não é um talento, apenas que vai precisar ser desenvolvida conforme for mudando de área e crescendo na empresa.

As avaliações de desempenho são essenciais para identificar os pontos bons e ruins dos talentos, assim como o feedback e guiam os gestores e a gestão de pessoas para criar programas de desenvolvimento adequados para cada pessoa.

6) Treinamento e desenvolvimento

Como consequência do item anterior, você será capaz de montar programas de treinamento e desenvolvimento de acordo com as necessidades de cada talento. Então invista bastante em treinamentos corporativos, técnicos e comportamentais, palestras e dinâmicas para evoluir o seu colaborador.

7) Faça planejamento de carreira

O planejamento de carreira é a forma de alinhar as expectativas do colaborador em relação ao seu trabalho na empresa, e também da empresa em relação a ele. Esse planejamento ajuda o talento a perceber o caminho que precisa trilhar para se desenvolver na organização e assim, os gestores poderem ter uma visão estratégica de futuro.

Deixar isso claro mostra que a empresa é transparente, se importa com os desejos do colaborador e está disposta a ajudá-lo a alcançar seus objetivos. Isso contribui para um clima organizacional mais saudável, aumenta a satisfação e evita expectativas frustradas de ambos os lados.

A maneira mais comum de fazer isso é utilizando um Plano de Desenvolvimento Individual, ou PDI. Ele é um documento no qual você registra o planejamento de carreira do colaborador e a evolução dele até chegar nesses objetivos. É a forma mais clara e organizada de visualizar o aperfeiçoamento do profissional.

Nós temos um canvas de PDI no nosso site que você pode fazer o download e utilizar agora mesmo para planejar a carreira dos seus colaboradores! É gratuito, basta clicar no banner abaixo:

Planejamento de treinamento canvas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentários
Show Buttons
Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Linkedin
Contact us
Hide Buttons