Descubra o que é Upskilling e Reskilling e como aplicar na sua empresa

Receba nossas novidades

Ao enviar você está aceitando os termos da nossa política de privacidade

o que é upskilling

Mais do que nunca, a qualificação constante dos colaboradores tem se tornado um fator decisivo para o sucesso de uma empresa.

Afinal, a mecanização dos processos trouxe uma necessidade de alta capacidade dos profissionais, e as empresas precisam tomar medidas educativas para otimizar as habilidades das suas equipes.

Diante disso, o upskilling é uma proposta capaz de desenvolver funcionários dentro de suas áreas.

Quer ficar por dentro do assunto? Continue a leitura e saiba mais!

O que é upskilling?

Upskilling é o processo de aprimorar habilidades profissionais para exercer melhor determinada função.

Esse conceito é diferente de um simples treinamento para determinado cargo, pois é um aprendizado contínuo que acompanha o profissional ao longo de sua carreira.

Acompanhando as tendências tecnológicas, o digital upskilling é o desenvolvimento das habilidades dos colaboradores feito através de plataformas digitais, por meio de vídeos, e-books, webinars, entre outros recursos.

Essa modalidade tem se tornado cada vez mais utilizada porque permite que o empregador acompanhe a trajetória de conhecimento dos funcionários.

Dentro desse processo, o papel do RH é apoiar líderes e colaboradores para que eles tenham sucesso nas suas atividades de desenvolvimento.

Além do upskilling, o reskilling também tem se popularizado nas empresas e tem um papel igualmente importante, como veremos a seguir.

Upskilling e Reskilling: qual a diferença? 

Embora ambos os termos se refiram ao aprimoramento de habilidades profissionais, eles atuam em situações diferentes. 

Enquanto o upskilling é um aprimoramento de competências relacionadas a um cargo ou trilha de carreira já ocupada, o reskilling é praticado por profissionais em transição de cargo. 

Esse processo aproveita os conhecimentos que o profissional já adquiriu no antigo papel e adiciona habilidades necessárias para a nova tarefa. 

Isso pode ocorrer, por exemplo, quando uma função deixa de existir na empresa e os funcionários responsáveis por ela são realocados para novas áreas. 

Ou seja, o upskilling é o aprimoramento de habilidades para o mesmo cargo e o reskilling é a aquisição e otimização de conhecimentos para uma nova função. 

Veja a seguir os motivos pelos quais o upskilling e o reskilling devem ser aplicados na sua empresa.

A importância dos processos de Upskilling e Reskilling

Tanto o upskilling quanto o reskilling fazem parte de uma necessidade urgente de profissionais qualificados no mercado de trabalho.

Segundo a pesquisa realizado em 2021, pela World Economic Forum, o investimento das empresas em upskilling pode aumentar o PIB global em US$ 6,5 trilhões até o ano de 2030.

Só daí já conseguimos perceber a relevância do tema, não é?

Isso ocorre porque o upskilling e o reskilling ajudam a desenvolver habilidades fundamentais ao profissional, como:

  • Alta produtividade;
  • Organização adequada das tarefas;
  • Motivação para o trabalho;
  • Gerenciamento eficiente do tempo.

Afinal, quanto mais conhecimento o colaborador tem sobre sua área de atuação, mais otimizados se tornam os processos.

Logo abaixo, veja como isso funciona na prática.

Como aplicar o upskilling e reskilling

A aplicação do upskilling deve ocorrer a partir da identificação das habilidades que devem ser trabalhadas em conjunto com métodos tecnológicos de aprendizado, acompanhando as tendências da atualidade.

Confira a seguir como ocorrem esses processos:

Pesquisa das competências

Saber aonde queremos chegar é um passo fundamental da jornada.

Para que a empresa descubra quais competências devem ser desenvolvidas através do upskilling, deve ser feita uma pesquisa sobre quais habilidades são necessárias para determinado cargo.

Isso ocorre meio da:

  • Análise de documentos;
  • Envio de questionários para os colaboradores.

Criar uma matriz de competências pode ajudar na organização dos dados coletados e comparação das respostas.

Avaliação de desempenho

Outra forma de descobrir quais habilidades uma equipe deve desenvolver é a avaliação de desempenho, que faz um diagnóstico da performance do time para melhorar a qualidade dos resultados entregues.

Mas como isso funciona?

Por exemplo: uma empresa aplica uma avaliação de desempenho e, ao analisar os resultados, descobre que o time de vendas perdeu oportunidades de negócio por não estar entendendo o novo sistema operacional.

A partir daí, a empresa sabe que deve investir em treinamentos sobre o software de vendas que utiliza.

Um dos métodos de avaliação mais utilizados é a avaliação de desempenho por competências, que investiga as habilidades técnicas, comportamentais e gerenciais dos membros de uma equipe.

Após a avaliação de desempenho da equipe, é preciso formar um projeto individual para cada colaborador. Veja a seguir!

PDI (Plano de Desenvolvimento Individual) 

O PDI é como um roteiro que tem o objetivo de estimular e monitorar a evolução do colaborador, focando em seus objetivos.  

Ele tem a função de estabelecer as habilidades comportamentais e técnicas que o profissional deve desenvolver para alcanças suas metas.  

Saiba mais sobre esse processo e aprenda a aplicar de forma simples no vídeo abaixo:  

Conteúdos educacionais

A criação dos conteúdos de educação corporativa pode ocorrer através de diversos recursos digitais, como vídeos, gráficos e muitos outros.

Para criar materiais que possam se conectar com colaboradores, é muito importante levar em consideração os principais tipos de aprendizagem e o formato de conteúdo em que eles têm mais facilidade em aprender.

tipos de aprendizagem
Após a criação dos conteúdos, é necessário ter um espaço de fácil acesso para a disponibilização deles, como uma universidade corporativa EAD, que veremos a seguir.

Universidade Corporativa EAD

As universidades corporativas EAD são plataformas de ensino online que atuam dentro das empresas para desenvolver colaboradores através de vários métodos de treinamento.

Além de permitirem diversos formatos de materiais, muitas universidades corporativas contam com recursos modernos de ensino e incentivo, como a gamificação e rankings de pontuação de aprendizagem.

As universidades corporativas também permitem que você:

  • Acompanhe todas as etapas do upskilling dos funcionários;
  • Personalize a passagem do conteúdo de acordo com o nível de conhecimento de cada colaborador;
  • Economize com gastos de transporte e locação que seriam necessários em treinamentos presenciais;
  • Mantenha conteúdos armazenados ilimitadamente para que os colaboradores acessem sempre que for necessário.

Independentemente do método de ensino utilizado, foco principal da universidade corporativa deve ser na otimização das competências dos colaboradores. Para saber mais sobre como utilizar as habilidades de cada colaborador para impulsionar a gestão da empresa, preparamos um e-book completo sobre esse tema!

Clique no banner abaixo e baixe gratuitamente.

Gestão por competências

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários
Show Buttons
Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Linkedin
Contact us
Hide Buttons