Competências técnicas

Ao procurar pelos melhores profissionais, uma empresa que faz a gestão de pessoas por competências busca pelos conhecimentos, habilidades e atitudes (CHA) que mais se alinham com suas necessidades. Entre outras competências analisadas no mercado de trabalho estão as competências fundamentais para o profissional exercer sua função: as competências técnicas. Neste artigo, vamos nos aprofundar no que são as competências técnicas e como desenvolvê-las em seus colaboradores. Quer saber mais? Nos acompanhe na leitura!

O que são Competências Técnicas?

Competências técnicas são todos os conhecimentos e habilidades adquiridos por uma pessoa através da educação formal e não formal, como treinamentos, cursos profissionalizantes, experiências, oficinas, palestras etc.

As competências técnicas são pré-requisitos em todos os cargos, pois são as atribuições básicas para o bom desempenho em determinada função. Quando uma empresa está em busca de um profissional, ela deve decidir quais serão os requisitos básicos de avaliação dos candidatos, pontuando os currículos em cinco grupos de competências técnicas, que podem ser:

  • Formação acadêmica: nível de escolaridade.
  • Cursos: conhecimentos técnicos que foram obtidos através de cursos profissionalizantes.
  • Idiomas: idiomas que o candidato tem domínio.
  • Habilidades em programas de computadores: conhecimentos sobre os softwares usados pela empresa.
  • Conhecimento geral: de quais palestras, workshops e treinamentos que o candidato já participou.

Vamos dar um exemplo: uma empresa de marketing quer contratar um estagiário e depois de planejar e mapear as competências, chegaram em alguns pontos que são indispensáveis:

  • Deve estar cursando Publicidade e Propaganda, Design Gráfico ou Jornalismo. (formação acadêmica)
  • Deve ter conhecimento em storytelling, design gráfico intermediário e marketing digital. (cursos e conhecimento geral)
  • Deve ter pelo menos o nível intermediário em inglês. (idiomas)
  • Deve ter conhecimento no pacote Microsoft Office e pacote Adobe com foco no Photoshop. (habilidades em softwares)

Estas serão as principais competências técnicas que devem ser avaliadas pelo RH nos currículos dos candidatos. Os que mais se encaixarem com a descrição serão chamados para uma entrevista, em que outras competências serão avaliadas.

É necessário também entender os níveis de conhecimento técnico. Estes níveis se referem à quantidade e forma de conhecimento que uma pessoa possui. São eles:

Níveis de Conhecimento Técnico

Conhecimento Elementar

É o nível de conhecimento que não precisa de especialização. É adquirido através da escolaridade básica. O profissional que possui apenas o conhecimento elementar só consegue entender uma linguagem fácil e sem muitos termos técnicos.

Conhecimento Básico

Neste nível, chamado também de “raso”, o profissional adquire conhecimento através de experiência em outras funções ou cargos semelhantes. Esse tipo de profissional consegue entender uma linguagem um pouco mais técnica, mas não tão avançada.

Conhecimento Fundamental

Com um pouco de autonomia para tomar decisões sobre suas atividades, neste nível o colaborador adquire conhecimento através de cursos profissionalizantes e experiências em um cargo específico.

Conhecimento Sólido

Neste nível o colaborador possui um entendimento muito grande da linguagem técnica sobre aquele assunto, obtido através de um ensino superior e de várias especializações. O nível de conhecimento sólido, alinhado com as competências gerenciais, formam os grandes gestores.

Conhecimento Profundo

Este nível exige aprofundamento total de conhecimento em uma função. É o nível em que normalmente presidentes e diretores de empresas estão, pois eles têm, além de todo o conhecimento e experiência, autonomia para testar novas metodologias dentro da empresa e colocar em prática suas ideias.

Competências técnicas

Sabemos que o mercado de trabalho atual é muito competitivo, então, quais são as competências técnicas mais importantes para uma empresa?

Quais são as 5 competências técnicas mais procuradas pelo mercado de trabalho?

Dentre as principais competências técnicas comumente exigidas pela maioria das organizações, estão:

1 – Habilidade com Informática e Tecnologia

De acordo com uma pesquisa da Advance Consulting, em 2017 a área da tecnologia cresceu 10,5% em comparação com o ano anterior e só tende a aumentar nos próximos anos. Por causa desse avanço, é importante para o profissional investir no desenvolvimento de competências na área da tecnologia e informática.

2 – Conhecimento em Marketing Digital

O investimento na área de marketing é algo que muitas empresas já fazem pois sabem que ela é uma forma de trazer novas oportunidades. Entender sobre Blogs, SEO, Landing Pages, Mídias Sociais, E-mail Marketing e outros diversos conceitos e ferramentas é imprescindível para um bom trabalho nesta área. As ações no meio digital conseguem oferecer informações que ajudam em tomadas de decisão, maior produtividade e maior impacto pelo uso correto dessas ferramentas.

3 – Análise de Dados

Ter capacidade analítica é saber traduzir números em informações que tenham significado e que ajudem na solução de problemas. O profissional que sabe ler números, estatísticas, coletar dados e que conhece linguagem de programação básica, com certeza irá se destacar.

4 – Espírito Empreendedor

Desenvolver as competências técnicas focadas no pensamento empreendedor é fundamental para aqueles que desejam crescer dentro de uma organização. Afinal, ter iniciativa empreendedora significa usar suas competências com criatividade, confiança e liderança para produzir o novo.

5 – Habilidade de Negociação

Essa é uma competência tanto técnica quanto gerencial, afinal, um gestor precisa saber negociar! Seja com sua equipe, líderes ou clientes, utilizando da persuasão, do seu conhecimento e de uma boa relação interpessoal, é preciso ter habilidades de comunicação e persuasão.

Nem todo profissional tem todas as competências técnicas necessárias para desempenhar sua função na máxima performance. Para isso é necessário desenvolvê-las. Entenda como:

Como desenvolver as Competências Técnicas dos colaboradores?

Para as empresas, é necessário incentivar o crescimento de seus colaboradores e a cultura do aprendizado e desenvolvimento. Afinal, é com colaboradores competentes que uma empresa se torna competente.

Por isso, cada vez mais as empresas estão aderindo às universidades corporativas (UC) para capacitar colaboradores. As UCs habilitam e consolidam os programas de treinamento e desenvolvimento dentro das empresas. Esta é uma alternativa benéfica tanto para a corporação, que potencializa seu capital humano e diminui o turnover de pessoas, quanto para o colaborador que aumentará seus resultados e as chances de crescer profissionalmente.

Mas nem tudo é tão simples! Há casos em que colaboradores mais antigos ficam ofendidos ou se sentem desvalorizados quando outro profissional mais jovem ou com menos tempo de empresa é promovido por ter se desenvolvido. Utilizam a desculpa: “Mas estou aqui há mais de tantos anos”, entretanto, estes nunca se preocuparam em se profissionalizar ou aprimorar seus conhecimentos. Alguns profissionais continuam com o mesmo pensamento de quando entraram, mesmo com anos de experiência em uma empresa.

Cabe à empresa premiar os colaboradores que estão se desenvolvendo, potencializando a cultura de busca contínua por aprendizado, e reprovar atitudes negativas quanto à capacitação interna nas organizações.

Os profissionais em geral devem entender que a busca contínua pelo desenvolvimento de suas competências técnicas os coloca à frente no mercado de trabalho. Então, fazer cursos, participar de palestras, workshops e estar sempre por dentro das novidades de sua área de atuação tornam o profissional um destaque entre os outros.

Em resumo, o pensamento de melhoria contínua nas competências técnicas de um colaborador deve ser tanto motivado por ele mesmo, quanto pela empresa em que ele trabalha.

Quer saber mais sobre competências? Leia  nosso post completo sobre gestão por competências. Nele explicamos todos os tipos de competências, como implantar o sistema de gestão por competências e como mensurar os resultados.

Se você preferir, pode fazer o download desse material completo em formato de e-book para ler onde e quando quiser, basta preencher o formulário abaixo. Boa leitura!

E-book Gestão por Competências: o que é e como implantar

Baixar material rico - Topo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *