competências organizacionais

A identidade de uma empresa é formada pela soma das características das pessoas que a compõem. A junção dos conhecimentos, habilidades e atitudes dos colaboradores – as chamadas competências, unem-se de tal forma que aquela organização passa a ter uma identidade própria. Os propósitos, ideais, diferenças e valores que surgem dessa união podem ser chamados de competências organizacionais.

Mas afinal, o que são competências organizacionais e como identifica-las em uma organização? Neste artigo falaremos:


Boa leitura!

O que são competências organizacionais?

 Competências organizacionais são o conjunto de fatores que tornam uma empresa única, formando sua identidade como organização em meio ao mercado que atua. E o conjunto de competências organizacionais forma o diferencial competitivo de uma empresa.

A discussão sobre as competências organizacionais começou em 1990 com a publicação do artigo “The Core Competence of the Corporation” e é abordada até os dias de hoje devido a sua importância. As competências organizacionais são como um portfólio de recursos que a empresa oferece, em visão da concorrência ativa e da rapidez com que ocorrem as mudanças corporativas.

Grande parte dos conhecimentos e experiências compartilhados em uma empresa passam a formar sua cultura organizacional, participando de sua rotina e se enraizando na missão, visão e valores da corporação.
Para facilitar o entendimento a respeito das competências organizacionais, elas são divididas em dois tipos, as básicas e as essenciais:

Competências organizacionais básicas

Também chamadas fatores de qualificação, as competências organizacionais básicas são os pré-requisitos para uma corporação se manter ativa no mercado. Por exemplo, para uma loja de roupas, ter uma boa localização e um bom atendimento são imprescindíveis para que ela se mantenha em funcionamento.

Competências organizacionais essenciais

As competências organizacionais essenciais, também chamadas de Core Competencies, são os fatores de diferenciação que tornam uma empresa única no mercado. Essas competências organizacionais precisam gerar valor para seus clientes, auxiliar a empresa a acessar diversos mercados e ser de difícil imitação.

Leia também  Gestão Por Competências: o que é, importância e como implantar definitivamente na sua organização

Por exemplo: imagine Clara, uma jovem mulher amante de livros e café que tem o sonho de abrir uma cafeteria. Ela planeja e faz muitas pesquisas, até perceber que nenhum dos seus concorrentes têm algo voltado à leitura, seu grande amor.

Clara então abre uma cafeteria/livraria, onde os clientes podem ter o conforto de uma leitura em um ambiente agradável, com música calma, tomando um delicioso café. Este é o seu diferencial e, portanto, uma competência essencial.

Seus concorrentes, ao perceberem a quantidade de clientes que Clara estava conseguindo, utilizam-se de sua estratégia e, da mesma forma, também começam a vender livros em suas cafeterias, mesmo sem possuir os conhecimentos que Clara tem sobre a leitura. Agora, apesar dos livros que Clara oferece serem bem mais procurados pelos leitores, a competência essencial tornou-se uma competência básica, de qualificação. Com isso, novamente, a dona da nova cafeteria precisa se aprimorar e criar uma estratégia para ser diferente dos concorrentes.

Assim, ela faz alguns cursos profissionalizantes e consegue adquirir diferentes produtos para fazer cafés personalizados, com diversas cores e desenhos, do modo que o cliente quiser. Incluiu também chás de sabores exóticos e petiscos e criou uma padronização no atendimento.

A cafeteria de Clara agora tem novas competências essenciais, de difícil imitação pela concorrência. Os conhecimentos, habilidades e atitudes que ela desenvolveu, ou seja, suas competências, acabaram tornando-a um diferencial no mercado.

Agora que você sabe o que são as competências organizacionais básicas e essenciais, deve estar se perguntando: como desenvolvê-las? Continue lendo este artigo e descubra a resposta!

Como desenvolver as competências organizacionais?

Para desenvolver competências organizacionais em uma empresa, fazemos um mapeamento de competências para identificar quais as competências necessárias para o sucesso da organização. A partir disso, pode-se definir quais competências precisam ser aprimoradas, ou seja, desenvolvidas, e quais precisam ser adquiridas do zero.

No caso das competências que precisam ser aprimoradas, muitas corporações investem em programas de treinamento e desenvolvimento de colaboradores. Assim, é possível aprimorar competências já existentes, desenvolvendo colaboradores em potencial, através uma instituição de ensino localizada dentro da própria organização, ou seja, uma universidade corporativa (UC).

Leia também  O Que São Competências?

No caso de competências inéditas na organização, que precisam ser adquiridas, pode-se optar pela seleção por competências, em que novos colaboradores com novas competências são contratados.

Outra forma é fazendo o benchmarking entre empresas que atendem o mesmo segmento de clientes. Você pode fazer isso, por exemplo, enviando um de seus colaboradores para passar o dia em uma outra empresa de referência.

Atenção: não estamos falando de envia-lo para espionar a concorrência, mas sim, para absorver novas experiências em uma empresa que não compete com você, mas que atende o mesmo segmento de cliente.

Após passar esse período em outra organização, o colaborador voltará cheio de ideias e iniciativas. Cabe ao responsável pela gestão de competências definir como irá fazer para que essas ideias saiam do papel e os novos conhecimentos sejam repassados para o restante do time.

Agora que você já sabe o que é e como desenvolver as competências organizacionais, aprenda também a desenvolver outros tipos de competências na sua organização e saia na frente da concorrência. Para te ajudar com isso preparamos um post completo com tudo sobre gestão por competências: conceito, passo a passo para implantar e como medir os resultados. Leia e fique por dentro do assunto!

Kátia Fernandes

Sócia do Twygo e Sócia Consultora da Euax Consultoria, é bacharel em Administração de Empresas e Especialista em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria pela FGV. Atua há mais de 8 anos nas áreas de Finanças, Marketing, RH e em projetos envolvendo Estratégia, Projetos e Processos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *