competências gerenciais

Competências gerenciais são os conhecimentos, atitudes e habilidades que um gestor precisa ter para gerir o desenvolvimento de si mesmo, da empresa e de seus colaboradores.


Vamos entender melhor:

Em tempos onde as mudanças ocorrem em extrema velocidade, o capital humano se torna um dos principais fatores de sobrevivência e competitividade das grandes empresas. Sabendo disso, muitas organizações apostam na gestão de competências para formar e reter grandes talentos dentro de casa.

Competências são os conhecimentos, as habilidades e as atitudes (o famoso CHA) que um profissional precisa para colaborar estrategicamente com a empresa. Saber quais são as competências exigidas para determinada função é fundamental para encaixar o perfil de colaborador certo, na posição certa.

Para isso, é preciso mapear quais competências são fundamentais para o sucesso daquela organização, time ou função e comparar com as competências que aquela pessoa ou time já possuem. Assim é possível traçar as ações necessárias para capacitar e desenvolver as competências faltantes em determinado colaborador, ou até mesmo iniciar um processo seletivo baseado em competências.

Mas se você está aqui é porque quer saber sobre as competências gerenciais, certo? Ou seja, quer saber quais são as competências essenciais para qualquer pessoa em um cargo de gestão! Já vou te adiantar que liderança não é a única competência gerencial importante, neste artigo vamos ir muito mais fundo, explicando o conceito de competência gerencial e quais são as competências fundamentais para qualquer gestor!

Acompanhe e boa leitura!

O que são competências gerenciais?

Competências gerenciais são os conhecimentos, atitudes e habilidades que um gestor precisa ter para gerir, de forma estratégica, o desenvolvimento de si, da empresa e de seus colaboradores, alcançando metas e objetivos.

O termo “competências gerenciais” foi apresentado pela primeira vez no livro “The Competent Manager: A Model for Effective” do teórico organizacional americano Richard E. Boyatzis em 1982, reconhecido como um dos maiores nomes na área de gestão de comportamentos e recursos humanos.

Como dissemos no começo do texto, um gestor não é somente alguém que lidera. Podemos, inclusive, citar três papeis fundamentais a serem exercidos por um gestor:

● Papel interpessoal: é o papel de representação da organização e do relacionamento com os colaboradores, fornecedores e clientes.

● Papel de informação: é a obtenção e transmissão de informações, isto é, trazer as informações de fora para dentro da empresa ou vice e versa.

● Papel de decisão: é o papel de solução de problemas e tomada das decisões dentro da organização.

Leia também  Quais são as Competências Comportamentais mais valorizadas pelas empresas?

Competências Gerenciais

Mas você deve estar se perguntando: para desempenhar esses papéis, quais competências uma pessoa precisa ter?

15 competências gerenciais que todo gestor deve ter

A partir do conceito de competências e de quais são os principais papéis de um gestor dentro de uma corporação, criamos uma lista com quinze competências gerenciais indispensáveis para todo líder:

1 – Saber trabalhar em equipe

Trabalhar em equipe é saber resolver uma situação, alcançar um objetivo ou bater uma meta coletivamente. É juntar os diferentes talentos que cada um tem para formar um time completo e, dentro disso, o gestor precisa saber comandar e administrar esses talentos.

2 – Conhecer a missão, visão e valores da organização

Resumidamente, missão é o propósito de existência de uma empresa, visão é o futuro desejado e valores são os princípios que servem como guias para os comportamentos dentro da empresa. Conhecer esses pontos é uma necessidade básica para qualquer um dos colaboradores e também para o gestor, pois serve como guia comportamental e estratégico. Afinal, ele deve traçar os objetivos e metas da equipe alinhados com o propósito da empresa.

3 – Ter responsabilidade

A palavra responsabilidade vem do latim respondere que significa “responder por”. Portanto, essa competência gerencial refere-se ao fato de um gestor sempre deve responder pelos seus atos e os de sua equipe. Ele deve ter a capacidade de selecionar as tarefas certas para as pessoas certas, ser rápido para solucionar problemas e tomar decisões, respondendo por elas, sejam os resultados positivos ou negativos.

4 – Ser inovador

Quando um gestor tem a mente aberta para novas oportunidades ele consegue, de forma criativa, criar ideias, métodos, soluções e estratégias com foco nos resultados rápidos e eficazes para a corporação. Além disso, o gestor que conhece bem o seu segmento de atuação sabe melhor do que ninguém como inovar.

5 – Ter boa comunicação

Seja pela escrita ou pela fala, um bom gestor consegue expor suas ideias de forma clara e objetiva, de modo que quem o ouve ou lê consiga compreender facilmente.  Da mesma forma, ele deve saber ouvir e compreender o que o outro tem a dizer. Esta, com toda certeza, é uma das competências gerenciais mais importantes para um líder, afinal, existindo uma boa comunicação, todo o processo se torna mais fácil.

6 – Saber planejar e organizar

Um gestor deve saber definir e mensurar prazos, metas e conseguir delegar atividades. Deve focar no aprimoramento rápido de todos, afinal, como diz o velho ditado, “tempo é dinheiro” e ele precisa ser bem administrado. Além disso, o gestor também precisa sempre estar avaliando as oportunidades e tendências do mercado, identificando alternativas e traçando novas metas.

Leia também  Gestão Por Competências: o que é, importância e como implantar definitivamente na sua organização

7 – Saber negociar/persuadir

Ao apresentar suas ideias um gestor tem de convencer seus ouvintes a aceitá-las. E para isso é preciso ter desenvoltura para resolver conflitos, construir propostas que sejam irrecusáveis para quem ouvir e também ter a habilidade para contornar e controlar certas situações.

8 – Ter determinação

A vida é cheia de obstáculos e é importante que o gestor tenha resiliência para alcançar os objetivos, estando sempre motivado, principalmente porque se o “chefe” está motivado, seus subordinados também se motivam. Se ele não acreditar que sua equipe pode alcançar os objetivos, quem vai? As suas atitudes geram motivação e interesse nas pessoas ao seu redor.

9 – Ser proativo

Iniciativa. Esta é a palavra-chave para um gestor, pois ele deve estar sempre um passo à frente dos acontecimentos. É preciso que ele corra atrás do que é necessário sem esperar que algum superior faça isso. Sua determinação em encontrar respostas deve ser maior que a vontade de esperar sentado que as coisas se resolvam.

10 – Ter autocontrole emocional

Um gestor que tem capacidade psicológica para enfrentar pressão e ansiedade já tem grande parte das competências gerenciais. Quando se tem um equilíbrio emocional, o controle e a motivação aumentam e são compartilhados com a equipe, fazendo todos trabalharem de forma mais ativa.

11 – Ser ético

Ser ético é trabalhar com senso de ética, moral e justiça, tornando o ambiente confiável e confortável. Esta também é uma das competências gerenciais mais importantes, afinal, ética e moral são comportamentos imprescindíveis na sociedade e em ambientes corporativos não é diferente. Sendo assim, antes de qualquer decisão, é preciso refletir se irá ferir ou não a ética pessoal ou empresarial.

12 – Ser influente

Ser influente é saber conduzir e influenciar seus colaboradores a comprar a sua ideia apresentando novas perspectivas. Ter ideais fortes e persuasivos, assim como contatos fortes, são as principais características desta competência gerencial, pois elas, além de serem desejadas por todos, também demonstram a força de impacto que um gestor consegue ter.

13 – Conseguir administrar conflitos

Um bom gestor está sempre em busca dos melhores resultados para todos os envolvidos no processo. Quando um conflito aparece, ele deve ter o jogo de cintura necessário para conseguir resolver tudo com calma, rapidez e justiça.

Leia também  7 Tipos de Competências essenciais a qualquer profissional

14 – Ser humilde

Ser líder não é ser o mais incrível de todos. O orgulho não leva ninguém para o topo, muito pelo contrário, só leva à queda. O gestor tem de aprender que não existe um dono de toda a verdade e que devemos estar sempre em constante aprendizado. Um líder egocêntrico não leva uma empresa ao sucesso, pois está mais preocupado consigo mesmo do que com os outros. Admitir falhas torna o gestor mais próximo dos demais colaboradores, conseguindo assim, que o trabalho em equipe se desenvolva.

15 – Ter espírito de liderança

Falamos de diversas competências gerenciais até chegar na que dizem ser a mais conhecida. Ser um líder é saber conduzir sua equipe de forma estratégica, planejada, com inovação e influência, para o sucesso. É ter todas as competências citadas anteriormente e ainda por cima conseguir fazer com que as coisas aconteçam. Ser líder não é apenas mandar, mas mostrar o caminho.

Se você quiser aprofundar seus conteúdos sobre liderança, entender qual o seu perfil de líder e identificar quais competências precisam ser aprimoradas, recomendamos que assista ao webinar da Euax sobre Estilos de Liderança. Bom vídeo!

Enfim, chegamos ao fim da lista. Encontrar um gestor pronto para liderar uma equipe, que tenha o conhecimento técnico necessário e ainda as 15 competências citadas acima, parece complexo demais para ser verdade. É aí que entra o papel da gestão de competências nas organizações.

Você pode mapear quais as competências que o colaborador (e também candidato à gestão) já possui e quais ainda precisam ser formadas nele antes de promove-lo ou contrata-lo. Para isso, muitas empresas costumam usar o mapeamento de competências e, em seguida, programas de T&D. Mas aí já é assunto pra outro texto! Ficou curioso? Confira nosso material completo sobre gestão por competências e fique por dentro do assunto.

E-book Gestão por Competências: o que é e como implantar

Baixar material rico - Topo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *