Aprendizagem autônoma: 5 passos para botar em prática na sua empresa

Receba nossas novidades
Newsletter
Aprendizagem Autônoma

O colaborador ideal nunca está estagnado, pelo contrário, ele busca sempre se aperfeiçoar e se aprimorar. Entretanto, encontrar alguém assim para todas as vagas pode ser um verdadeiro desafio para qualquer profissional de RH. Nesse texto, você vai aprender como contornar esse problema através do incentivo a aprendizagem autônoma. Mas antes, você sabe o que é aprendizagem autônoma afinal de contas?

O que é aprendizagem autônoma?

Aprendizagem autônoma é quando alguém procura materiais de estudo (como livros, cursos livres e graduações) por conta própria para adquirir novos conhecimentos que sejam do seu interesse ou aprimorar habilidades já existentes.

Um colaborador que adquire conhecimento, faz cursos, participa de palestras e está sempre se atualizando de forma autônoma é o sonho de qualquer contratante. Quem não quer um colaborador que tenha iniciativa e esteja sempre atualizado, não é mesmo? Entretanto, é uma utopia esperar que todo colaborador faça isso sem nenhum incentivo. Portanto, cabe à empresa incentivar a aprendizagem autônoma. Vamos entender melhor como esse modelo funciona?

Características da aprendizagem autônoma

O colaborador se torna agente da própria evolução

A aprendizagem autônoma permite que o aprendiz deixe de receber os conteúdos de forma passiva e passe a participar ativamente de forma mais responsável pelos seus estudos. Ele escolhe quais conhecimentos adquirir – conforme seus objetivos de carreira –, o horário que se encaixa melhor na agenda, o formato e até a instituição de ensino.

A tecnologia é aliada

Hoje em dia, é impossível falar de aprendizagem autônoma sem citar a tecnologia. A maioria dos cursos de atualização e aperfeiçoamento profissional são online, e podem ser acessados a qualquer momento e de qualquer lugar. O benefício desse formato é a flexibilidade garantida ao estudante, que pode se organizar melhor em relação à agenda.

Mais eficiência no aprendizado

O colaborador aprende mais de forma autônoma do que em formatos tradicionais. Isso acontece porque o próprio profissional define os rumos do aprendizado e escolhe a melhor forma de aprender, o que resulta em uma motivação maior e, consequentemente, melhora a eficiência do aprendizado.

Atualização de conhecimento

A aprendizagem autônoma não serve apenas para aprender conteúdos inteiramente novos. Na verdade, na maioria das vezes, o foco é atualizar e aprimorar o conhecimento já existente. Assim, o profissional pode continuar se especializando na área de atuação e agrega conhecimento inovador na empresa.

Isso é um benefício importante para a organização, mas não é o único. No tópico a seguir, listamos as principais vantagens da aprendizagem autônoma. Confira:

Vantagens da aprendizagem autônoma

Ajuda a desenvolver habilidades técnicas e comportamentais

Para manterem-se atualizados em relação às demandas do mercado, é importante que os colaboradores desenvolvam habilidades técnicas e comportamentais constantemente. Incentivar a aprendizagem autônoma faz com que os profissionais busquem esse aperfeiçoamento sempre.

Mantém o conhecimento atualizado e incentiva a inovação

O incentivo a aprendizagem autônoma permite que uma empresa possa sempre estar atenta às novas tendências do mercado em que atua. A forma mais eficaz de surfar nas novas tendências é ter colaboradores que mantém os conhecimentos atualizados e buscam aprender novas técnicas, e ter alguns pares de olhos a mais para observar essas mudanças é sempre bom!

A qualificação fica mais abrangente

Devido a autonomia individual de cada um, esse estilo de aprendizagem garante uma qualificação personalizada para cada colaborador. A possibilidade de cada um moldar o conteúdo aprendido garante um quadro de colaboradores com conhecimentos mais variados dentro de uma mesma área.

Não é preciso ensinar tudo internamente

Com a aprendizagem autônoma, a empresa pode desfrutar dos benefícios de uma equipe qualificada para o trabalho, sem a necessidade de ensinar tudo do zero.

Que tal se, em vez de investir apenas na criação de treinamentos internos, a empresa incentivar o colaborador a adquirir esses conhecimentos por conta própria? Não estamos dizendo que treinar colaboradores não é importante, mas garantir que eles não se limitem à capacitação interna também é fundamental!

É um benefício para o colaborador

Além de ser muito importante para a sua empresa, o incentivo a aprendizagem autônoma também é uma vantagem para o colaborador. Afinal, esse incentivo pode aparecer na forma de bolsas de estudo, parcerias com instituições de ensino, ingressos para palestras, e outros fatores que fortalecem a sua marca empregadora.

A capacitação também serve como porta de entrada, ou até mesmo como um fator decisivo, para receber um aumento ou a tão sonhada promoção.

Os benefícios são inúmeros, não é mesmo? Pois então vamos botar a mão na massa: confira como botar isso tudo em prática no tópico a seguir.

Como incentivar a aprendizagem autônoma na sua empresa em 5 passos:

1. Crie uma biblioteca corporativa

Livros que falam sobre a área de atuação do colaborador são uma boa fonte de aperfeiçoamento. O problema é que muitos livros técnicos podem ser difíceis de achar ou são muito caros.

É aí que entra a biblioteca corporativa: ela pode ser física, com livros em estantes e um espaço disponível para leitura, ou online, com uma pasta com diversos livros em PDF. O importante é que a biblioteca tenha livros das mais diversas áreas, como programação, marketing, redação e vendas, por exemplo.

2. Forme Parcerias

Um dos jeitos mais comuns de incentivar a aprendizagem autônoma é formar parcerias com instituições de ensino, como faculdades, universidades, escolas técnicas e cursos livres. Essas parcerias garantem descontos/bolsas de estudos que instigam os colaboradores a estudarem, e ainda ajudam a reter talentos através do benefício.

3. Crie uma universidade corporativa EAD

Outra forma de incentivar o aprendizado autônomo é através da criação de uma universidade corporativa EAD. Em suma, trata-se de uma estrutura de treinamento corporativo online e exclusiva, onde é possível desenvolver cursos próprios e disponibilizá-los aos colaboradores.

4. Faça gestão do conhecimento

Compartilhar o conhecimento entre os colaboradores deve ser uma cultura dentro de qualquer empresa que queira se manter atualizada. Chamamos isso de gestão do conhecimento, um conjunto de práticas que visa compartilhar o que um colaborador aprende entre os outros colaboradores.

Unir essa prática com a aprendizagem autônoma é fundamental. Assim, os profissionais adquirem conhecimento externo e compartilham com os colegas, aprimorando as práticas da empresa toda.

5. Recompense os colaboradores

Além do conhecimento e aperfeiçoamento profissional, uma empresa também pode dar recompensas mais diretas para os colaboradores que se aperfeiçoarem dentro de suas respectivas áreas. Essas recompensas podem ser desde um incentivo financeiro, até aumento de salário ou uma promoção na empresa.

Como garantir adesão dos colaboradores à aprendizagem autônoma?

Divulgue para os colaboradores

Além de ter toda a preocupação para estruturar um programa de aprendizagem autônoma, você deve divulgar isso adequadamente. Mostre aos colaboradores que a empresa tem interesse no desenvolvimento de todos, faça um comunicado ao gestor de cada área, você pode usar esse texto como base e faça questão que todos saibam dos benefícios da aprendizagem autônoma.

Ouça a opinião dos colaboradores

É importante garantir que os colaboradores sejam ouvidos, para que eles possam dar as próprias ideias e sugestões sobre o programa de aprendizagem autônoma. Fazer isso melhora o engajamento e demonstra preocupação com a opinião dos colaboradores.

Não é difícil, não é mesmo? Investir no desenvolvimento de pessoas é fundamental para que a empresa se mantenha atualizada no mercado. Inclusive, fizemos um webinar sobre como acelerar mudanças organizacionais com o desenvolvimento das pessoas. Nele, explicamos como criar uma estratégia ágil e forte para acompanhar o ritmo do mercado atual. Clique no banner abaixo para assistir!

Como acelerar mudanças organizacionais com o desenvolvimento das pessoas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários
Show Buttons
Hide Buttons