Andragogia: o que é, objetivos e como aplicar

Receba nossas novidades

Ao enviar você está aceitando os termos da nossa política de privacidade

Já imaginou investir em um treinamento corporativo e não ter resultados com ele? Uma das causas desse problema é a aplicação de uma metodologia de ensino ineficaz para o púbico alvo.

Por isso, a Andragogia pode ser uma solução para esse problema. Para que você fique por dentro do tema, preparamos um artigo completo com os seguintes tópicos:

  • Continue a leitura e confira!

    O que é Andragogia?

    Diferente da Pedagogia, que consiste no ensino de crianças, a Andragogia é a educação voltada para adultos.

    Essa metodologia é aplicada tanto no meio acadêmico quanto em empresas, para a realização de capacitações e treinamentos corporativos.

    Também é conhecida como educação continuada, pois acompanha o adulto ao longo da sua vida acadêmica, pessoal e profissional.

    Veja qual é o propósito dessa metodologia a seguir.

    Para que serve a Andragogia?

    A andragogia tem como principal objetivo proporcionar o crescimento do aprendiz. Para isso, a andragogia auxilia a desenvolver:

    • Crescimento individual: por ter foco no aprendiz, a andragogia permite que ele desenvolva autonomia e adquira autoconhecimento. Dessa forma, ele consegue atingir suas metas pessoais.
    • Crescimento institucional: a andragogia também tem a função de aperfeiçoar a corporação através do treinamento dos colaboradores. Afinal, a andragogia os torna mais preparados para realizar suas tarefas e, consequentemente, é benéfica para o crescimento da empresa.
    • Crescimento social: o objetivo da educação para adultos é ajudá-los a colocar seu conhecimento em prática. Aos poucos, isso gera uma transformação na dinâmica e nos processos da sociedade.

    Todos esses objetivos podem ser plenamente alcançados através da Andragogia, que se baseia em 6 princípios. Veja a seguir:

    6 princípios da Andragogia

    O educador norte-americano Malcom Knowles é considerado o pai da Andragogia.

    No livro “Aprendizagem de Resultados”, Knowles define os 6 princípios da Andragogia, que veremos abaixo.

    Princípios da Andragogia - Malcom Knowles

    1. Necessidade de saber:

      Antes de começarem a estudar algo, os adultos precisam saber por que estão aprendendo e como ocorrerá o processo de aprendizado para se sentirem motivados.

      Portanto, o instrutor deve conscientizar os colaboradores acerca da importância daquela temática e apresentar quais serão as etapas do plano de treinamento.

    2.  Autoconceito do aprendizAntes de começarem a estudar algo, os adultos precisam saber por que estão aprendendo e como ocorrerá o processo de aprendizado para se sentirem motivados.Portanto, o instrutor deve conscientizar os colaboradores acerca da importância daquela temática e apresentar quais serão as etapas do plano de treinamento.
    3. Experiências anteriores

      A maioria dos indivíduos adultos possui uma bagagem de conhecimento pessoal e profissional, que adquiriram ao longo da vida. Esse aspecto pode ser aproveitado na aprendizagem de novos conhecimentos.

      Ao fazer um levantamento das necessidades de treinamento, o gestor pode descobrir o que os colaboradores já sabem, otimizar esses conhecimentos e adicionar novos conceitos a partir deles.

    4. Prontidão para a aprendizagem

      Os adultos se sentem preparados para iniciar um aprendizado quando conhecem bem a função que desempenham e entendem que podem alcançar novos estágios através do estudo.

      Por exemplo: Um assistente não estará preparado para um treinamento para ser supervisor sem antes dominar o trabalho que supervisionará.

    5. Orientação para a aprendizagem

      O uso de exemplos práticos é essencial para manter o público adulto engajado em um treinamento.

      Isso ocorre porque os adultos precisam enxergar qual é a utilidade das novas informações que recebem no seu trabalho diário, para que assim se sintam dispostos a aprender.

    6. Motivação para apender

      Existem dois tipos de motivação para a aprendizagem:

      Motivação intrínseca: ocorre por desejos particulares do colaborador, como ter mais qualidade de vida e maior satisfação no trabalho;

      Motivação extrínseca: ocorre por desejos externos, como ser promovido e ter um salário mais alto.

      Segundo Knowles, a educação para adultos deve satisfazer essas necessidades internas e externas para que se torne interessante para os aprendizes

    Agora que você conhece os pilares da Andragogia, veja como aplicar essa metodologia de ensino a seguir:

    Como aplicar a Andragogia nos treinamentos da sua empresa?

    Se você quer que seus treinamentos e capacitações sejam eficientes, é fundamental aplicar os princípios da Andragogia no processo. Veja como:

    Monte uma matriz de competências

    Só é possível valorizar as experiências anteriores dos colaboradores quando elas são identificadas.

    A matriz de competências é uma ferramenta que compara as habilidades necessárias para determinado cargo com as habilidades que os membros da equipe já possuem.

    Dessa forma, é possível identificar qual é o nível de conhecimento do colaborador (como “básico” ou “expert”) e fazer um treinamento pensado para ele.

    Veja um modelo de matriz:

    matriz de competências

    Além disso, ao solicitar que os próprios colaboradores preencham a matriz é uma forma de fazer com que se sintam construtores do processo de treinamento, o que também faz parte da Andragogia.

    Apresente um planejamento de treinamento

    De acordo com o primeiro princípio da Andragogia, os adultos têm necessidade de saber como ocorrerá o processo de aprendizado.

    Por isso, é preciso fazer um planejamento para responder as seguintes perguntas:

    • Quanto tempo vai durar o treinamento?
    • Será presencial, online ou híbrido?
    • Quem irá instruir os colaboradores?
    • Quais os materiais e como serão organizados?
    • Qual objetivo é esperado que os colaboradores atinjam com o treinamento?

    Ao terem acesso à essas informações, os colaboradores se sentirão mais motivados a participar do treinamento.

    Produza conteúdos diversos

    Segundo Malcolm Knowles, os teóricos da educação acreditam que a riqueza de recursos é vital para a aprendizagem.

    Por isso, é importante oferecer conteúdo em diferentes formatos, como:

    • Vídeos;
    • Podcasts;
    • Mapas mentais;
    • Games.

    Lembre-se: Para que essa prática esteja de acordo com a Aandragogia, esses materiais não devem ser entregues aos colaboradores de forma unilateral.

    Deve haver diálogos e momentos de interação relacionados ao conteúdo, o que pode ser feito através de desafios em equipes ou rodas de estudo.

    Dica extra: crie uma Universidade Corporativa

    Para organizar os conteúdos dos treinamentos e garantir que sejam acessíveis a todos os colaboradores, a criação de uma universidade corporativa é a melhor opção.

    Através das universidades corporativas, é possível aplicar a andragogia de forma eficiente, pois muitas delas permitem:

    • Criação de comunidades para que os colaboradores interajam entre si;
    • Gamificação para um aprendizado com exemplos práticos;
    • Avaliações de compreensão do conteúdo e questionários;
    • Monitoramento dos instrutores;
    • Entre muitas outras vantagens.

    Para saber mais sobre universidade corporativa e como implementar, preparamos um e-book completo para você!

    Clique no banner abaixo e baixe gratuitamente!

    universidade corporativa ebook

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Comentários
Show Buttons
Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Linkedin
Contact us
Hide Buttons