E-learning

Atualizado em: 29 de maio de 2020

Na hora de criar cursos ou treinamentos empresariais, é possível escolher entre muitos modelos de aplicação. Entre esses modelos, o e-learning é um dos mais populares.

Com o auxílio da tecnologia, o ensino pode ser otimizado. Quer saber como? Nesse post vamos explicar tudo sobre e-learning e como ele pode ser útil para a sua empresa.

O que é e-learning?

E-learning é uma modalidade de ensino a distância que utiliza recursos tecnológicos para transmitir conteúdos e estimular a autoaprendizagem.

Trata-se de uma forma de ensino online, não presencial, e que utiliza a internet para seu funcionamento. As aulas ocorrem por meio de ambientes virtuais de aprendizagem, as plataformas EAD, que podem ser acessadas a distância por qualquer aluno.

Essa modalidade tem crescido muito devido à sua praticidade, eficiência e baixo custo, sendo uma forma de capacitar pessoas sem precisar de grandes reuniões presenciais nas quais todos precisam estar disponíveis ao mesmo tempo. No e-learning, cada aluno pode realizar os cursos no próprio computador quando for melhor para sua agenda.

Por meio desses ambientes virtuais, é possível simular salas de aula online. Os alunos podem interagir entre si e com seus instrutores, assim como tirar dúvidas e repassar conhecimento.

Quais as diferenças do e-learning para o ensino tradicional?

ensino-tradicional-vs.-e-learning

ensino tradicional, também chamado ensino presencial, pode até contar com o apoio de meios eletrônicos como tablets, notebooks e projetores, mas esses são apenas materiais complementares. Sua base está nos encontros presenciais.

e-learning, por outro lado, baseia sua aplicação totalmente remota, ou seja, em algum meio eletrônico vinculado à Internet.

Nessa modalidade, o aluno tem mais autonomia sobre o aprendizado, e a responsabilidade pela absorção do conhecimento fica mais dividida entre professores e alunos.

Há quem prefira o ensino presencial por acreditar que essa modalidade oferece um ensino melhor. Mas a verdade é que o EAD também pode ser muito útil e de alta qualidade em diversos contextos, como o dos treinamentos empresariais.

São vários os passos a serem seguidos para que os alunos de e-learning tenham bons resultados e aprendam os conteúdos, pois é preciso que eles tenham ou desenvolvem algumas características, bem importantes quando falamos de educação a distância, como:

  • Proatividade;
  • Disciplina;
  • Organização;
  • Autonomia;
  • Determinação;
  • Etc.

Tipos de e-learning

Há várias formas nas quais o e-learning pode ser aplicado. Veja alguns exemplos:

E-learning síncrono

O E-learning síncrono é quando o instrutor e o aprendiz estão em aula simultaneamente, seja por uma transmissão ao vivo, por ligação de voz ou chat.

Nesse tipo de e-learning, o aluno pode tirar suas dúvidas com o professor no momento em que ele estiver aprendendo, em tempo real.

Tem sido mais frequente e fácil a utilização dessa modalidade de e-learning, tendo em vista que as tecnologias de transmissão de voz e vídeo pela Internet estão mais avançadas.

E-learning assíncrono

No E-learning assíncrono, em contrapartida, o instrutor e o aprendiz não estão em aula simultaneamente. Há trocas de informações, mas não em tempo real.

Leia também  Como escolher um software de gestão de projetos para tirar o seu EAD do papel?

Esse tipo de e-learning pode contar com outros meios eletrônicos, como: e-mail, transmissão de conteúdo em uma plataforma online, fóruns e muito mais.

Geralmente, um curso em e-learning pode ser aplicado no modelo híbrido, conhecido com b-learning. Nesse modelo, parte do conteúdo pode estar disponível de forma assíncrona, sem a presença simultânea das pessoas, e outra parte de forma síncrona, quando todos estarão juntos na mesma sala virtual.

E-learning corporativo

O e-learning corporativo é aplicado em empresas que possuem uma universidade corporativa EAD, e desejam treinar pontualmente ou desenvolver seus colaboradores. O objetivo costuma ser melhorar os resultados pessoais ou coletivos dos colaboradores a curto ou longo prazo.

E-book-Universidade-Corporativa-CTA

O e-learning corporativo pode ser síncrono ou assíncrono, tudo depende da forma como a organização estruturou os treinamentos.

Temos um post inteiramente dedicado ao e-learning corporativo, não deixe de ler se quiser saber mais sobre esse assunto.

Educacional

O e-learning educacional é o mais conhecido, e refere-se ao ensino aplicado em instituições educacionais ou cursos online.

Diferente do e-learning corporativo, seu público é mais diverso e vai além dos colaboradores de uma determinada empresa. Ele pode ser utilizado para cursos acadêmicos reconhecidos pelo MEC ou para cursos livres de vários segmentos, como cursos preparatórios, técnicos e universitários. Ele também pode ser síncrono ou assíncrono.

Outro ponto relevante, é que uma plataforma de e-learning também pode ser utilizada no ensino presencial e no semipresencial, como apoio. Mas afinal, por que essa modalidade é uma tendência tão grande atualmente?

Por que o e-learning está se popularizando tanto?

Só no Brasil, 64,7% da população está conectada à Internet (dados da revista Veja). Portanto, é natural que o ensino por meio de ferramentas online esteja se tornando cada vez mais popular.

Especialmente no ambiente organizacional, e-learning tem se mostrado cada vez mais utilizado devido a vários fatores. Primeiramente porque há uma grande demanda por treinamentos empresariais, incentivada pelo dinamismo do mercado.

As empresas precisam desenvolver seus colaboradores e trabalhar novos skills e conhecimentos técnicos. Além disso, as pessoas buscam por empresas com diferenciais que apoiam seu desenvolvimento individual. Conceitos como employer branding e employee experience estão trazendo uma nova cultura de educação corporativa para dentro das empresas.

Essa modalidade é muito benéfica nesse contexto, pois ajuda a conciliar o tempo do colaborador com o aprendizado e com o orçamento. Os cursos ficam disponíveis na plataforma 100% do tempo, e os colaboradores podem acessá-los conforme for necessário e tiverem tempo para isso.

Segundo uma pesquisa articulada pela especialista Marisa Eboli, aproximadamente 90% das universidades corporativas são EAD.

Falando disso, essa modalidade traz uma série de vantagens. Vamos ver quais são?

Vantagens do e-learning

flexibilidade-e-learning

1. Flexibilidade

O ensino EAD tem a vantagem de não exigir deslocamento. Isso ajuda a vender cursos online para as mais diversas regiões, assim como é uma excelente opção para empresas que possuem diversas filiais e não podem reunir os colaboradores presencialmente para um treinamento.

Leia também  Entenda definitivamente o que é um sistema LMS

A Educação a Distância também é muito mais flexível na questão dos horários, pois os cursos podem ser acessados no momento mais adequado para o aprendiz.

Tratando-se de flexibilidade, não há dúvidas de que o e-learning é a melhor escolha.

2. Economia

Com o e-learning, não há necessidade de deslocamento, ambiente físico (como uma sala de aula ou grandes galpões) e nem mesmo o uso constante de materiais como: projetores, materiais de áudio e vídeo, apostilas impressas, livros etc.

O custo para produzir e oferecer seus cursos tende a ser bem inferior comparado ao ensino presencial, que consequentemente fará com que os valores repassados para os alunos também sejam menores, no caso de venda de cursos.

3. Maior controle sobre o aprendizado

No ensino online as organizações têm relatórios pontuais dos conteúdos visualizados por seus alunos, progresso total dos cursos, notas em provas ou em exercícios que os alunos executaram.

Os alunos, por sua vez, podem saber suas notas imediatamente, seus pontos de melhorias, acessar fóruns e o portal atualizado com frequência, tudo isso de uma forma simples e rápida.

4. Estudo no seu ritmo

Em qualquer programa de ensino, há os que têm um nível maior de dificuldades na aprendizagem e aqueles que aprendem com mais facilidade.

No e-learning, cada um aprende no seu passo, sem atropelar os que precisam de mais tempo, mas também sem travar o progresso dos que já concluíram determinada parte do curso.

Se você está pensando em botar algum tipo de e-learning em prática, podemos te ajudar a planejá-lo. Confira os 6 passos importantes na hora de empreender projetos de e-learning:

6 passos para colocar seu e-learning em prática

entender-ambiente-da-empresa

1. Entenda seu ambiente e defina os requisitos da plataforma EAD

Antes de começar, é preciso fazer um planejamento de acordo com o seu contexto e com os objetivos que você deseja atingir.

É importante que você pense no perfil das pessoas que vão consumir o conteúdo, para que ele possa ser melhor direcionado depois. Além disso, é preciso definir se os cursos serão síncronos, assíncronos ou híbridos, se haverá gestão por competências, gamificação etc.

Nessa etapa, você pode fazer:

  • Análise de possíveis temas;
  • Análise de concorrentes;
  • Definição do formato do conteúdo;
  • Precificação, no caso de venda de cursos;
  • Orçamento;
  • Técnicas;
  • Etc.

No caso de treinamentos corporativos, também é importante realizar um levantamento de necessidades de treinamento, para identificar gaps de competências nos colaboradores e encontrar pontos que precisam ser melhorados.

A partir disso, você pode definir alguns requisitos para a sua plataforma EAD. Por exemplo, se você deseja que os seus cursos sejam realizados com a ajuda da gamificação, é importante que a plataforma EAD seja capaz de suportar esse tipo de recurso.

2. Escolha a Plataforma de Aprendizagem EAD

O e-learning ocorre por meio de uma plataforma EAD. Logo, é importante escolher uma que seja adequada às suas necessidades. Plataformas EAD podem possuir recursos que ajudam a aplicar treinamentos de forma mais adequada e simples, assim como obter indicadores para mensurar o desempenho do programa de ensino.

Leia também  Treinamento virtual: saiba mais sobre a modalidade que vai revolucionar os treinamentos na sua empresa

É justamente por essa importância que temos um post inteiro dedicado apenas a esse assunto. Para você, que deseja aplicar o e-learning na sua organização ou empreendimento, ele é indispensável. Por isso, não deixe de ler sobre funcionalidades, vantagens e aplicações de um sistema EAD.

defina-o-processo

3. Defina o processo

Definir um processo para o seu e-learning significa estabelecer um padrão que diga como tudo será feito na hora de criar, disponibilizar e implementar melhorias no seu e-learning.

Como serão feitos os cursos? Quem será responsável por cada parte do processo? Como serão feitos os testes de aprendizagem?

É preciso criar regras para geração dos conteúdos, validação de absorção de conhecimento etc., para evitar falhas e desorganização.

4. Prepare um curso piloto

Com um planejamento pronto, é hora de botar a mão na massa. Criar um projeto piloto que será distribuído em pequena escala, para testar sua eficiência, é uma boa forma de começar.

O conteúdo do curso piloto precisa ser bem planejado, organizado e divulgado.

Você pode e deve dividir o conteúdo em módulos e aulas, preparar testes, roteirizar, gravar e editar vídeos, criar materiais complementares etc.

Como-fazer-videoaulas-incríveis-e-transpor-as-barreiras-do-isolamento-social

Esse conteúdo pode ser produzido por você ou por terceiros. Há diversas empresas que oferecem conteúdos (especialmente para treinamentos corporativos) prontos para serem aplicados.

5. Avalie os resultados do piloto

Conforme o curso piloto for disponibilizado, é necessário verificar seus resultados. Essa verificação depende dos seus objetivos, mas podem ser mensuradas por meio de:

  • Avaliações de aprendizado;
  • Retorno financeiro;
  • Depoimentos dos participantes;
  • Indicadores de satisfação;
  • Taxa de adesão;
  • Entre outros.

Como-mensurar-resultados-de-treinamentos-corporativos

6. Oficialize o seu ambiente EAD

Se os resultados com o projeto piloto forem satisfatórios, você pode tornar esse modelo oficial. Agora, é hora de tocar o projeto de forma mais ampla com base nos formatos e softwares escolhidos como padrão para a sua organização.

Caso os resultados com o piloto tenham sido insatisfatórios, pode ser necessário rever os pontos problemáticos e costurar possíveis pontas soltas antes de criar um padrão oficial.

A importância do EAD

Com as transformações da indústria 4.0 no mundo corporativo, cada vez mais o EAD desempenha um papel importante nos desafios modernos.

É justamente para falar sobre isso que fizemos um webinar sobre o papel do EAD na indústria 4.0! Para você que se interessa por e-learning, esse material é indispensável. Para assistir, clique no banner abaixo!

O-papel-do-EAD-na-industria-4.0

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *